DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Vasco vence o Atlético-MG de virada

Como diz o grito da torcida, o Vasco é o time da virada. O cruzmaltino perdia para o Atlético-MG até os 31 minutos do segundo tempo, mas com duas boas jogadas virou a partida e conseguiu três pontos importantes. É a terceira vitória consecutiva do time no Campeonato Brasileiro, o que não acontecia desde 2001. Agora o Vasco sobe para 24 pontos e se afasta ainda mais da zona de rebaixamento, na 15ª colocação. Já o Atlético-MG continua com 13 pontos, na lanterna da competição.

Na próxima rodada, a 21ª e última do primeiro turno, o Vasco vai enfrentar o Paraná fora de casa no domingo, dia 21, às 16h. Já o Atlético-MG recebe o Juventude no sábado, dia 20, às 16h.

A partida começou movimentada, com os dois times correndo muito, mas sem objetividade. O Vasco tocava bem a bola e aproveitava o fato de jogar em casa para pressionar o Atlético, que tentava usar a velocidade de Marques para encaixar um contra-ataque. O primeiro lance de perigo aconteceu apenas aos 25 minutos, quando Romário recebeu sozinho na área e bateu cruzado, mas a bola passou longe.

Um minutos depois, Rubens Cardoso driblou Claudemir, entrou na área e sofreu falta de Claudemir. O árbitro Luís Cansian marcou o pênalti. Na cobrança, Marques bateu muito mal e a bola saiu à direita do goleiro Roberto. Aos 37, Morais sofreu falta na entrada da área. Na cobrança, Romário acertou a barreira e no rebote Fernandinho chutou para fora. O primeiro tempo terminou empatado em 0 a 0.

Virada relâmpago

Logo no início da segunda etapa, aos dois minutos, Rubens Cardoso fez uma boa jogada pela esquerda e bateu fraco para o gol. A bola desviou em Ciro e entrou. O Vasco não sentiu e partiu para cima. Aos seis, Morais, Alex Dias e Romário fizeram uma linda triangulação, mas o meia chutou para longe.

Depois de perder Éder no intervalo por contusão, Renato Gaúcho foi obrigado a substituir Luciano, que também se machucou. Precisando do empate, o técnico colocou o atacante Elbinho. A mudança deu certo e o time partiu para cima do Atlético-MG. Aos 30 Morais arriscou um chute de longe, a bola bateu no travessão e o Vasco chegou ao empate: 1 a 1. O goleiro Danrlei estava adiantado.

Dois minutos depois, a virada. Alex Dias deu um lindo passe para Morais dentro da grande área, o meia cruzou e Romário se esticou para completar para o gol e desempatar a partida. A virada em apenas dois minutos enlouqueceu o bom público presente a São Januário. Por sua vez, um torcedor do Galo invadiu o campo para agredir Rubens Cardoso e acabou apanhando dos jogadores do Atlético até a chegada da polícia.

Antes do final da partida o árbitro ainda expulsou dois jogadores. Elbinho recebeu dois cartões amarelos e Rodrigo Fabri saiu após dar uma rasteira em Romário. O Vasco passou a controlar o jogo e apenas aguardou o apito final.

Vasco 2 x 1 Atlético-MG

Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Luís Marcelo Vicentin Cansian (SP)

Gols: Rubens Cardoso aos dois, Morais aos 30 e Romário aos 32 minutos do segundo tempo

Cartões Amarelos: Henrique e Fábio Baiano (ATL) e Elbinho (VAS)

Cartão Vermelho: Elbinho (VAS) e Rodrigo Fabri (ATL)

Vasco: Roberto; Claudemir, Luciano (Elbinho), Éder (Ciro) e Diego; Ygor, Osmar, Fernandinho (Róbson Luiz) e Morais; Alex Dias e Romário. Técnico: Renato Gaúcho.

Atlético-MG: Danrlei; Evanílson, Henrique, Lima e Rubens Cardoso; Amaral, Ataliba, Walker; Fábio Baiano (Quirino); Luís Mário (Rafael Miranda) e Marques. Técnico: Marco Aurélio.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152