DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Soldado norte-americano é condenado a 100 anos por estuprar e matar

A corte marcial em Fort Campbell, no Estado de Kentuckey, no leste dos Estados Unidos, condenou o sargento Paul Cortez, de 24 anos, a 100 anos de prisão por participar do estupro e morte da iraquiana Abeer Kassem Hamza al-Janabi, de 14 anos, além do assassinato da família dela.

Paul Cortez admitiu que foi um dos cinco militares norte-americanos que cometeram o crime em Mahmudiya, a 30 km de Bagdá. Depois dos crimes bárbaros, os oficiais beberam gim e uísque enquanto jogavam cartas em um posto de controle na estrada.

Cortez foi o segundo acusado que declarou culpa no caso. Em novembro, o soldado James Barker foi condenado a 90 anos de prisão depois de um acordo judicial. Ao admitir a culpa, os dois evitaram o risco de ser condenados à morte e podem solicitar a liberdade condicional. Cortez possivelmente estará na condicional daqui a 10 anos.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152