DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Selos postais mexicanos irritam negros dos EUA

A emissão de uma série de selos do México com a caricatura de “Memin Pinguin”, o personagem negro de uma tira cômica, irritou os grupos afro-americanos nos EUA. A polêmica ocupa nesta quinta-feira as páginas dos principais jornais americanos.

“Dirigentes dos direitos civis afirmam que os selos mexicanos são racistas”, informou o jornal The Washington Post em texto de primeira página. “Nova gafe racial no México; desta vez uma série de selos de mau gosto”, é o título do New York Times em reportagem de seu correspondente na Cidade do México.

A polêmica foi causada pela emissão de 750 mil selos postais com a figura de “Memin Pinguin”, um menino negro desenhado com olhos enormes, lábios carnudos e orelhas proeminentes que foi criado em 1942 como um personagem de histórias em quadrinhos.

O personagem “tem boas intenções, mas suas atitudes e modo de falar reforçam os estereótipos dos negros como folgados, brincalhões e mal educados”, afirmou o texto do Times.

O porta-voz da embaixada do México em Washington, Rafael Laveaga, disse ao Post que “assim como no México jamais se interpretou ´Speedy González´ de forma racial, a imagem de ´Memin Pinguin´ não tem nem significado nem intenção de ofender alguém”.

A polêmica ganha mais força por causa das declarações do presidente do México, Vicente Fox, que disse semanas atrás que os imigrantes ilegais nos EUA estão dispostos a se empregar em trabalhos que “nem sequer os negros querem”.

Segundo o Post, os dirigentes da Associação Nacional para o Avanço de Pessoas de Cor (NAACP), a Coalizão Rainbow/Push, o Conselho Nacional da Raça e a Liga Nacional Urbana “denunciaram a imagem (de “Memin Pinguin”) nos termos mais enérgicos”.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196