DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Reprises do Brasileiro t? respaldo popular, segundo pesquisa

A decis? do STJD (Superior Tribunal de Justi? Desportiva) de anular as 11 partidas apitadas por Edilson Pereira de Carvalho no Brasileiro-05 ?apoiada pela maioria dos brasileiros.

Isso ?o que mostra pesquisa feita pelo Datafolha com 2.537 entrevistados, em todos os Estados, nos dias 20 e 21 de outubro.

Segundo o levantamento, 60% dos entrevistados acham que o STJD agiu bem em anular os jogos. Os que disseram ser contra a anulação s? 22% –19% n? souberam opinar.

A margem de erro da pesquisa ?de 2 pontos percentuais, para cima ou para baixo.

O Datafolha ainda fez uma segunda pergunta sobre o tema. Dessa vez, o instituto perguntava qual decis? os questionados tomariam se tivessem poder para isso. A resposta mais citada foi a mesma decis? do STJD –35% dos entrevistados disseram que anulariam todos os confrontos. S?8% escolheram a opção de n? repetir nenhum dos jogos.

A pesquisa foi feita depois de uma s?ie incidentes tr?icos, como a invas? de torcedores no repetido Santos x Corinthians e a morte de tr? torcedores –um deles, da Ponte Preta, foi assassinado a pauladas por s?-paulinos quando buscava ingressos para um jogo reeditado.

A prefer?cia club?tica teve papel essencial nas respostas.

Torcedores de alguns dos times que tiveram partidas anuladas em que sa?am vencedores condenaram a decis? do STJD.

O caso mais not?io ?o do Internacional, cuja diretoria ?quem mais briga para alterar o que foi decidido no tapet?. De acordo com a pesquisa, 52% dos torcedores do clube ga?ho consideraram que o tribunal agiu mal, e s?35% disseram o contr?io.

J?os corintianos, cujo clube foi o que mais lucrou na classificação com a anulação, ap?am a medida em maior grau –69% deles consideraram que o tribunal agiu bem ao ordenar as repetições.

Os grandes clubes cariocas, que sempre foram acusados de serem beneficiados na Justi? Desportiva, retribuem agora as “gentilezas”.

Mesmo n? estando entre os maiores beneficiados pela decis? de anular as partidas que tiveram Carvalho no apito, os torcedores de Flamengo, Fluminense e Vasco, os tr? times mais populares do Rio de Janeiro, ap?am a decis? do STJD em um n?el bem maior do que a m?ia do pa?.

Quem puxa a fila ?o Vasco. Entre os que dizem torcer pelo time, 74% acham que o tribunal agiu bem em anular os jogos, ou 14 pontos percentuais acima da m?ia geral. Entre os seguidores do Fluminense, clube que ficou conhecido por ser o “rei do tapet?”, 73% aprovaram a decis? do STJD. No caso dos flamenguistas, esse ?dice ?de 71%.

Al? da prefer?cia club?tica, o nvel de escolaridade tamb? foi decisivo na pesquisa.

As pessoas mais instru?as defenderam a ação do STJD mais do que os brasileiros que s?cursaram o n?el fundamental.

Entre os pesquisados com n?el superior, 69% responderam que o tribunal tomou a decis? correta. J?entre os que ficaram no primeiro grau nos bancos escolares, o apoio ao STJD foi de 54%.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
164