DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Remessa de dinheiro feita no Ano Novo não chegou

Letícia Kfuri

O ano começou com dívidas e preocupações para o brasileiro Cicero Cruz, morador Deerfield que, no dia 29 de dezembro fez duas remessas para o Brasil nos valores de $1 mil e $300 respectivamente, na loja da Avenida Paulista também em Deerfield. O dinheiro era destinado a saldar compromissos, e seria utilizado para cobrir cheques pré-datados, mas nunca chegou ao destino. Até segunda-feira(8), data do fechamento desta edição, o Sr. Cruz ainda tentava junto à empresa Planeta Brasil, da qual a Avenida Paulista é representante de remessas, conseguir uma explicação para o não envio das remessas.

Com os recibos em mãos, Cruz afirma ter procurado três vezes a loja da Av. Paulista buscando, sem sucesso, uma solução. “Mandaram eu ligar para o Planeta Brasil porque era com eles. Estou ligando desde quarta-feira(3) e não atendem mais o telefone. Agora vou buscar um advogado. Resolvi denunciar porque acredito que haja diversas pessoas na mesma situação que eu”, disse.

Os valores deveriam ser enviados para agências do Banco Itaú em Natal, no Rio Grande do Norte, Belo Horizonte, em Minas Gerais. “Na segunda seguinte seria feriado bancário no Brasil. Só percebi que não havia sido creditado no dia 29 de dezembro. Quando vi que não havia crédito, levei um susto. A gerente da Avenida Paulista disse que havia mesmo alguns probleminhas, mas que dono estava no Brasil resolvendo isso. Na segunda vez que fui lá me disseram que na terça-feira (2) o dinheiro estaria na conta. Esperei o dia 2, e nada. Esperei até o dia 3, voltei lá e já não encontrei mais o gerente, e sim uma funcionária que mandou eu ligar para a Planeta Brasil. Passei a ligar para a Planeta Brasil, mas não consegui”, detalhou Cruz.

Depois de sucessivas tentativas, a reportagem do Gazeta consegui contato, por telefone, com a responsável pelo atendimento a clientes da Planeta Brasil, Leticia Cordeiro. Segundo ela, por causa do feriado bancário no Brasil, todas as lojas de agentes da empresa, a exemplo da Avenida Paulista, colocaram em lugar visível um aviso informando que todas as remessas feitas entre o final de dezembro e início de janeiro, só seriam regularizadas na primeira semana de janeiro. “Os avisos estão em todos os nossos agentes. Até hoje tem loja que tem o aviso, em uma folha cor de rosa”, afirmou Leticia Cordeiro.

Cícero Cruz, no entanto, afirma que não havia qualquer aviso na loja. “Não havia nenhum aviso. Além disso, nos recibos que eles emitem eles dão um prazo de três dias. Mesmo com o feriado, já são quase 10 dias. E eles continuam recebendo dinheiro para remessas”, argumenta Cruz.

Os recibos emitidos pela empresa Planeta Brasil exibem em caixa alta, e sem qualquer ressalva, a seguinte informação: “Este depósito será feito em até três dias úteis”.

Leticia Cordeiro observou ainda que há ainda outras hipóteses para que a remessa não tenha sido realizada. Ela explica que os valores podem não ter sido depositados por causa de informações informadas incorretamente pelo depositante. “Em condições normais, o prazo normal é de dois dias. Se não chegou nesse prazo, algo aconteceu”, frisa Cordeiro. Ela explica ainda que quando algum dado é informado incorretamente, o Banco recebedor envia um faz para a empresa de remessas, que entra em contato com o cliente, em geral cadastrado. “Acabei de receber agora por e-mail os nomes dos titulares de remessas que retornaram por dados incorretos”, disse Cordeiro na sexta-feira(5).

O escritório da Planeta Brasil, segundo ela, esteve fechado para férias de final de ano, entre 22 de dezembro e 2 de janeiro, e que desde o retorno todos os funcionários estão trabalhando para regularizar as remessas. “No máximo até segunda-feira(8) tudo estará regularizado”, assegurou Cordeiro.

Nenhum prazo, até então, no entanto, havia sido informado a Cruz. “Minha conta corrente no Brasil aonde a ordem maior deveria ter sido creditada já está no negativo, estou tendo cheques pré-datados devolvidos, débitos em conta-corrente que não foram feitos por falta de saldo e por ai vai…ainda nem consigo calcular o meu prejuízo em termos de multa e juros por conta dessa remessa que não foi creditada na data prevista”, concluiu Cruz.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153