DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Provedores se unem no combate a pedofilia on-line.

Empresas que oferecem acesso à internet nos Estados Unidos se uniram em um programa para combater a pornografia infantil. O objetivo é criar um banco de dados e desenvolver ferramentas que facilitem a identificação deste conteúdo, a iniciativa deve facilitar a ação de autoridades.

AOL, Yahoo, Microsoft, EarthLink e United Online (responsável pela NetZero e Juno) afirmaram nesta terça-feira que investirão US$ 1 milhão no projeto desenvolvido em parceria com o Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas. O banco de dados deve estar pronto até o final do ano.

Segundo os planos divulgados nesta terça, as empresas podem criar uma maneira de identificar as fotos com conteúdo pedófilo. Desta forma, os sistemas poderiam reconhecer automaticamente estas imagens, assim como acontece com os vírus depois de identificados por empresas de segurança.

Ernie Allen, responsável pelo centro, afirma que as empresas já possuem tecnologias para proteger seus usuários contra diversas ameaças, como vírus e golpes virtuais. “Mas não há nada mais pérfido e inapropriado que a pornografia infantil”, afirmou.

O projeto foi divulgado depois que autoridades dos EUA passaram a pressionar organizações de tecnologia para que elas ajudem no combate a este crime. Oficiais querem, por exemplo, que as empresas preservem informações de seus clientes para que sejam utilizadas durante investigações.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223