DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Posição pró-Gay pode dividir anglicanos dos EUA e Canadá

Líderes da Igreja Anglicana, reunidos para tentar resolver diferenças sobre o tratamento a ser dado à homossexua-lidade, pediram à Igreja Episcopal dos Estados Unidos e à Igreja Anglicana do Canadá que se retirem do concílio da comunhão global por três anos.

Analistas especulam que este será o primeiro passo rumo a um cisma permanente que gerará uma nova igreja anglicana.
O arcebispo de Perth, Peter Carnley, primaz da Igreja Anglicana da Austrália, rejeitou a idéia de que a comunhão anglicana, que congrega 77 milhões de cristãos, esteja caminhando para o colapso, e descartou a sugestão de que a comunhão se transforme numa “federação frouxa”. “Isso não interessa aos primazes”, disse ele, referindo-se aos líderes das Igrejas Anglicanas nacionais.

A Igreja Episcopal, que é a província americana do anglicanismo, precipitou a maior crise na história da comunhão ao consagrar V. Gene Robinson como bispo. Robinson é gay e vive com um companheiro há 22 anos.

Os bispos pediram que as Igrejas nos EUA e no Canadá “retirem voluntariamente seus membros do Conselho Consultivo Anglicano pelo período anterior à próxima Conferência de Lambeth”, marcada para 2008.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196