DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Partidas de dominó é a nova arma para se ganhar audiência.

Executivos da rede de TV ESPN divulgaram que pretendem transformar o dominó em um esporte de grande audiência nos EUA.

Primordialmente um jogo destinados a crianças, o dominó vem ressurgindo após a emissora começar a transmitir o campeonato mundial da categoria.

Apesar de mesmo os maiores entusiastas hesitarem em classificar o dominó como um “esporte”, o tamanho da rede de interessados não é surpresa para quem já viu uma partida disputada nas ruas de Nova York, por exemplo.

O jogo é um dos preferidos em vizinhanças latinas da cidade.

Normalmente escondidos em cantos dos parques, é possível ouvir os “click-clacks” dos dominós, antes de ver os grupos de homens ao redor das mesas.

Palmas, gritos e uma animada torcida onde se ouvem palavrões em espanhol são alguns dos sinais de que uma partida de dominó está acontecendo.

Estratégia

Em Nova York, a área onde mais se joga dominó é a vizinhança de Washington Heights, zona norte de Manhattan, onde a população é predominantemente de imigrantes dominicanos.
Segundo Durang, jogo é tradição familiar entre dominicanos.

Torneios locais são organizados com freqüência e o maior prêmio é poder espezinhar o adversário derrotado.

Victor Durang, de 22 anos, imigrou para os Estados Unidos há três anos e já adotou o guarda-roupa e dialeto tipicamente nova-iorquinos. Contudo, ele diz que traz o dominó de bem antes.

“Eu cresci dentro do jogo. Meu pai jogava e meus tios jogavam. Faz parte de mim. Na nossa cultura, famílias se reúnem para comer, beber e jogar dominó”, diz Durang.

Ainda há discussão sobre se as regras dominicanas devem prevalecer sobre as porto-riquenhas ou inglesas, mas o dominó de “rua” tem seu próprio ritmo.

Primeiro, as peças – ou pedras – são misturadas com a face para baixo e quatro jogadores recebem sete dominós cada um. O jogador que tem a pedra com dois “seis” começa o jogo, seguindo a ordem anti-horária ao redor da mesa.

Cada jogador deve descer uma pedra por vez, seguindo o número de uma das pontas da seqüência que já está na mesa.

Quando um jogador não tem uma peça que possa ser usada, passa a vez e o que descer todas as pedras antes vence a partida.

Os jogadores dizem que pode parecer um jogo de sorte para quem não conhece, mas é um jogo de estratégia. Similarmente a um jogo de cartas, os melhores jogadores calculam quais as pedras que cada oponente tem em mãos e assim, tentam jogar de modo a criar maiores dificuldades para os rivais.

“Os melhores são os mais quietos. Tem os que gostam de gritar o tempo todo, mas para esses, o jogo é mais uma interação social. Mas todo mundo se diverte no final”, explica Durang.

“O que é dominó?”

Mas mesmo com toda a ação, será que os dominós podem se transformar num campeão de audiência na TV?

A ESPN Deportes, canal hispânico da emissora, transmite os campeonatos neste ano pela primeira vez, mas ainda não divulgou estatísticas de audiência.

A maior aposta do canal começou no último dia 12 de junho, com o campeonato mundial.

A emissora está exibindo o campeonato do ano passado, tentando promover o torneio focando na vida dos jogadores com os jogos na seqüência.

O campeonato de 2006 acontece em novembro.

Em Washington Heights, todos apostam que será um sucesso de público nos Estados Unidos.

Para Alma Alvarado, o dominó é um jogo para pessoas “de países quentes”, e ela mesma diz que disputa com jogadores de todo o mundo em partidas via internet.

Mas para Leo Batista, 52, não são somente os habitantes de países de clima quente a ter grandes contingentes de jogadores.

“Tenho muitos amigos norte-americanos que jogam. Canadenses e italianos também gostam muito. Tenho certeza que será um sucesso na TV”, diz.

Entre norte-americanos sem vínculos recentes com imigração, no entanto, o jogo não é exatamente famoso.

“Dominó? O que é isso?”, perguntou uma mulher que almoçava em Manhattan, antes de sua amiga responder que se tratava de uma cadeia de pizzarias (que se chama Domino’s).

Entre os homens, talvez a audiência esteja garantida, uma vez que boa parte dos americanos afirma que assistiria “qualquer coisa em canais de esporte da TV”.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
225