DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Número de imigrantes indocumentados nos EUA estabiliza

imigracao ilegal

Segundo a pesquisa, o número de imigrantes mexicanos diminuiu, mas ainda lidera o total de imigrantes indocumentados que vivem no país.

A população de cerca de 11,1 milhões de imigrantes indocumentados nos Estados Unidos está estabilizada desde o fim da Grande Recessão. Dados do governo americano do ano de 2014 analisados pelo Pew Research Center revelaram também que o número de imigrantes oriundos do México diminuiu, enquanto o total de outras regiões do mundo aumentou.

O número de imigrantes indocumentados da Ásia, América Central e África Subsaariana aumentou entre 2009 e 2014. O número de mexicanos tem diminuído a cada ano desde 2007, o primeiro ano da grande recessão, mas os eles ainda configuram mais da metade (52%) dos imigrantes indocumentados nos Estados Unidos.

Diminuição de mexicanos indocumentados

De acordo com a pesquisa, a maioria dos estados americanos não viu nenhuma alteração significativa no número de imigrantes não autorizados de 2009 a 2014, e a queda do número de imigrantes mexicanos indocumentados foi o fator que mais chamou atenção.

Enquanto isso, entre os estados da Califórnia, Geórgia, Illinois, Kansas, Nevada e Carolina do Sul , o número estimado de imigrantes não autorizados de outros países não se alterou. No estado do Alabama, o total de imigrantes de outros países aumentou, mas o número de mexicanos diminuiu, enquanto em Louisiana foi percebido um aumento dos imigrantes mexicanos indocumentados.

Em 2014, 59% dos imigrantes não autorizados viviam na Califórnia, com 2,3 milhões, de longe o maior número, seguido por Texas, Flórida, Nova York, Nova Jersey e Illinois. Ao longo dos anos, percebeu-se que a população imigrante indocumentada vem se dispersando mais pelo país, indo para áreas de assentamento não tradicionais.

O número de imigrantes não autorizados nos EUA subiu na década de 1990 e início de 2000, atingindo um máximo de 12,2 milhões em 2007 e diminuiu em 2008 e 2009.

Tempo de permanência nos EUA

Em 2014, os adultos imigrantes não autorizados viveram nos EUA por uma média de 13,6 anos – o que significa que metade tinha ficado no país pelo menos esse tempo. Em 2005, a mediana tinha sido oito anos, antes de subir para 10 anos em 2009, ano em que a recessão terminou.

Imigrantes mexicanos ainda são maioria

Os mexicanos continuam a ser a maioria da população imigrante não autorizada da nação, mas o seu número estimado – 5,8 milhões em 2014 – diminuiu em cerca de meio milhão de pessoas desde 2009. Enquanto isso, o número de imigrantes não autorizados de todas as outras nações – especialmente os da Ásia e Central América – cresceu 325.000 desde 2009, para 5,3 milhões em 2014.

O declínio de imigrantes não autorizados do México, foi mais ou menos compensado pelo aumento de imigrantes não autorizados de outras partes do mundo, de modo que o total da população imigrante não autorizada dos EUA não teve alteração estatisticamente significativa de 2009-2014.

Fonte: The Wall Street Journal

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,,,

Gazeta News
Gazeta News
224