DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Novo guerra nas Estrelas

O diretor George Lucas apresentou alguns trechos do último filme da bilionária franquia cinematográfica “Guerra nas Estrelas” e deixou um recado para os fãs: podem deixar as espadas de luz em casa, mas não se esqueçam de levar lencinhos ao cinema.

“Descrevo o filme como um ‘Titanic’ que acontece no espaço. É um filme que vai arrancar lágrimas do espectador e que será recebido de maneira que nenhum de nós pode prever”, disse o diretor de “Star Wars: Episode III — Revenge of the Sith”, que chegará aos cinemas norte-americanos em 19 de maio.

“Não é como o primeiro filme. É mais emotivo”, disse Lucas a proprietários de cinemas reunidos na convenção ShoWest.

A convenção é um dos maiores pontos de encontro de proprietários de cinemas nos Estados Unidos e funciona como plataforma de lançamento dos filmes do verão de Hollywood.

O estúdio Twentieth Century Fox apresentou ao público que lotou o espaço os primeiros seis minutos de “Revenge of the Sith”. Foi a primeira vez que as cenas foram exibidas para uma platéia.

O cavaleiro Jedi Anakin Skywalker (Hayden Christensen) e o mestre Obi-Wan Kenobe (Ewan McGregor) travam uma batalha furiosa contra seus adversários, numa luta de naves espaciais mortíferas. Nesse episódio, Skywalker se transforma no notório Darth Vader.

Nem George Lucas nem os minutos exibidos deixaram transparecer muito sobre a história de amor que, de acordo com o diretor, vai arrancar lágrimas dos espectadores. Mas sabe-se que a senadora Padme Amidala (Natalie Portman), que se casou com Skywalker numa cerimônia secreta vista no último filme, tem uma participação chave.

Se a comparação traçada por Lucas com “Titanic” tiver razão de ser, é preciso que haja uma tragédia ou corações partidos em “Revenge of the Sith”.

A história do malfadado transatlântico Titanic, lançada em 1997, emocionou ainda mais o público ao incluir o amor trágico entre os personagens representados por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet.

O amor é capaz de operar milagres com o público cinéfilo. “Titanic” é o filme de maior bilheteria da história do cinema, tendo vendido mais de 1,8 bilhão de dólares em ingressos em todo o mundo. O segundo colocado é “O Senhor dos Anéis — O Retorno do Rei”, com 1,1 bilhão de dólares em ingressos vendidos.

Os filmes da série “Guerra nas Estrelas” também tiveram ótimas bilheterias, mas até agora não incluíram um elemento romântico importante.

As aventuras começaram em 1977, com “Guerra nas Estrelas”, e, juntos, os filmes da franquia já venderam quase 3,4 bilhões de dólares em ingressos em todo o mundo.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
200