DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Luis Caldas, o Rei do Axé

Tudo começou com a “nega do cabelo duro”, musa da canção “Fricote”, que deu o pontapé inicial à febre da axé music, em Salvador, gênero musical que comemora agora 20 anos. Luis Caldas, considerado o pai do axé, foi o rei do domingo no Carnaval baiano, sendo homenageado por Ivete Sangalo, Daniela Mercury e muitos outros.

“Foi um momento muito prazeroso,” disse Caldas à Reuters, em cima do trio de Daniela, de noite, após passar a tarde no circuito Campo Grande, quando foi reverenciado também por Bel Marques, do Chiclete com Banana, Margareth Menezes, no bloco Inter, e Algodão Doce, grupo infantil de Carla Perez.

“É um momento em que a Bahia está muito unida, os músicos estão todos trocando mais informações, acho que a axé music veio pra ficar mais uns 200 anos”, disse Caldas, 42 anos, de calça e colete de couro preto, piercing no nariz e com os longos e ondulados cabelos compridos ao vento.

O músico, com mais de 35 anos de carreira, pretende fazer um DVD para contar sua versão da axé music –“a mais positiva possível”– e lançou recentemente um CD com o jornalista e poeta Cesar Rasec, chamado “Melosofia”, com 10 músicas inspiradas em filósofos como Sócrates e Sartre. Caldas não gravava há oito anos.

“Sou instrumentista, mas nunca me afastei da axé music”, continuou, acrescentando que faz alguns shows e participa de algumas micaretas.

A música “Fricote” foi cantada à exaustão no domingo. Ivete Sangalo, liderando o bloco Crocodilo, chegou a quase se ajoelhar para o músico, que assistia tudo de um camarote. Depois dela, a canção voltou a ser cantada pelo povão quando Caldas subiu no trio da banda Eva. No bloco de Daniela Mercury, a “nega do cabelo duro” voltou mais duas vezes.

“Haja Amor”, outro hit da carreira de Luis Caldas, também foi bastante lembrada. Daniela Mercury, em frente de seu camarote, pediu para o músico tocar “Visão Ciclope” e “Axé pra Lua”, que ela classificou de outra “precursora da axé music”.

Depois de muitos elogios da cantora, Luis Caldas devolveu: “Daniela é uma das cantoras que calaram a boca dos críticos que diziam que a axé music iria morrer”.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196