DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Juíza moderada anuncia aposentadoria da Suprema Corte

O’Connor foi nomeada pelo ex-presidente Ronald Reagan em 1981
Sandra Day O’Connor, a primeira mulher a trabalhar como juíza na Suprema Corte dos Estados Unidos, anunciou que vai se aposentar.
O’Connor, de 75 anos, muitas vezes teve o voto decisivo entre os nove membros da Corte americana, levando muitos analistas a considerá-la a mulher mais poderosa do país.

O presidente americano, George W. Bush, se disse “orgulhoso de ter conhecido” a juíza, afirmando que O’Connor é uma das americanas “mais admiradas de nossa era”.

A juíza é a primeira juíza a se aposentar desde 1994. Sua saída será uma oportunidade para que o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, indique algum nome para ocupar o cargo.

O presidente prometeu consultar os seus assessores para escolher um novo nome. “A nossa nação merece que eu escolha para a Suprema Corte um juiz de quem os americanos tenham orgulho”, disse Bush na tarde desta sexta-feira.

Especulações

Há especulações de que Bush aproveitará para indicar para o posto algum juiz mais conservador, mais alinhado com seu próprio perfil.

O’Connor foi nomeada pelo ex-presidente Ronald Reagan e assumiu o posto em 1981.

Apesar de ter chegado na Suprema Corte como uma conservadora, O’Connor se tornou centrista, votando tanto em medidas conservadoras quanto liberais.

Em sua carta de demissão, ela descreveu seus 24 anos de carreira na Corte americana como “um grande privilégio”.

Ruth Bader Ginsburg é agora a única mulher entre os membros da Suprema Corte dos Estados Unidos.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196