DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Jornal diz que Puerta jogou a final de Roland Garros dopado

O tenista argentino Mariano Puerta, 27, foi pego em exame antidoping realizado no final do Torneio de Roland Garros, em 5 de junho passado, e poderá ser eliminado definitivamente do tênis profissional, segundo revela nesta quarta-feira o jornal esportivo francês “L’Equipe”.

O diário informa que uma prova e uma contraprova realizadas pelo laboratório francês de Châtenay-Malabry revelaram a presença de etilefrina, um estimulante proibido, na urina de Puerta.

Segundo o jornal, ele corre o risco de ser eliminado do tênis profissional, porque já cumpriu uma suspensão de nove meses, entre 1º de outubro de 2003 e 1º de julho de 2004, por uso de clenbuterol, um esteróide anabolizante.

Derrotado na final de Roland Garros pelo espanhol Rafael Nadal em quatro sets, Puerta é o quinto tenista argentino envolvido com doping recentemente –Guillermo Canas foi suspenso por 2 anos em 2005, Martin Rodriguez, privado de seus pontos da ATP e de seus prêmios em 2003, Guillermo Coria, suspenso por 7 meses em 2001, e Juan Ignacio Chela, punido com suspensão de 3 meses em 2000.

Puerta, que está no Japão para disputar o Torneio de Tóquio, como primeiro cabeça-de-chave, disse a alguns amigos que tomou um remédio para a gripe durante Roland Garros, destaca o “L’Equipe”.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152