DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Japão vai liberar crédito de US$ 1,7 bilhão para o Brasil

O primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi, anunciará na quinta-feira, quando receberá o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, um crédito bilionário para projetos petroleiros no Brasil, informa neste domingo a imprensa japonesa.

Segundo o jornal Nihon Keizai, o crédito de 1,7 bilhão de dólares será concedido pelo estatal Banco Japonês para a Cooperação Internacional (JBIC, em inglês) e um consórcio de entidades privadas nipônicas.

A assinatura do acordo, destinado à construção de oleodutos e desenvolvimento de tecnologias relacionadas, acontecerá na sexta-feira, 27 de maio, e pela parte brasileira assistirão, entre outros, representantes da Petrobras.

Do total outorgado, cerca de 1,2 bilhão de dólares será para a companhia modernizar oleodutos e refinarias.

O jornal assinala que os bancos japoneses esperam receber em meados do ano o direito de participar de um projeto brasileiro de desenvolvimento petroleiro no mar que terá um custo de 1,8 bilhão de dólares.

O valor desse projeto se aproxima dos 2 bilhões de dólares do campo de Azadegan no Irã, o maior no Oriente Médio e na Ásia Central, continua a informação.

O jornal cita um alto funcionário do Ministério de Assuntos Exteriores japonês, que explica que ao financiar projetos petroleiros no Brasil, Tóquio procura reduzir sua “excessiva dependência” do petróleo do Oriente Médio, que aporta 85% do consumo nipônico.

O presidente brasileiro, que permanecerá três dias no Japão, também deve tratar com Koizumi sobre a aspiração de ambos países a se transformarem em membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU.

O chamado “Grupo dos quatro”, no qual participam além disso Alemanha e a Índia, deve apresentar uma proposta conjunta à Assembléia Geral da ONU para ampliar de 15 para 25 o número de membros do Conselho de Segurança, entre eles seis novos membros permanentes.

Koizumi e Lula tratarão também de comércio bilateral e assuntos relacionados com a previdência social e a educação da colônia brasileira no Japão.

A viagem pelo Extremo Oriente do presidente Lula incluirá uma escala na Coréia do Sul com o objetivo de ampliar os mercados para as exportações brasileiras.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196