DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Investimento médio anual da Petrobras até 2011 será superior a US$ 17 bilhões.

O investimento global de US$ 87,1 bilhões que a Petrobras fará nos próximos cinco anos vai garantir uma média anual de investimentos de US$ 17,4 bilhões – o equivalente a R$ 39,1 bilhões. O volume de recursos é 66% superior ao do plano anterior (2006/2010).

Desse total, segundo informou o presidente da companhia, José Sergio Gabrielli, US$ 75 bilhões (86% do total) serão aplicados no Brasil e US$ 12,1 bilhões no exterior. Do volume de investimentos no Brasil, US$ 49,9 bilhões serão destinados a encomenda de materiais, equipamentos e serviços à industria nacional.

A área de Exploração e Produção (E&P) absorverá quase a metade do volume de investimentos: US$ 40,7 bilhões. A área de Abastecimento, a segunda em volume de recursos, ficará com US$ 23,1 bilhões; Gás e Energia, US$ 7,2 bilhões; Distribuição, US$ 2,2 bilhões.

Dos US$ 12,1 bilhões destinados à área Internacional, cerca de 70% serão aplicados na área de Exploração e produção do oeste da África e na parte americana do Golfo do México, onde a Petrobras desenvolverá diversos projetos de prospecção e produção em águas ultraprofundas.

Em linhas gerais o presidente da Petrobras lembrou que o Plano de Negócios 2007-2011 mantém as metas agressivas de crescimento da companhia. O plano prevê que a produção de petróleo, Liquido de Gás Natural (LGN) e gás natural no Brasil e no exterior deve alcançar um volume médio de 3,4 milhões de barris por dia em 2011, dos quais 2,9 milhões no Brasil.

“É um plano que eleva a produção de petróleo e gás da companhia em 7,8% até 2011, garante a continuidade da auto-suficiência e da produção no longo prazo – com a Petrobras chegando a 2015 produzindo 4,5 milhões de barris de óleo equivalente até 2015 e que, além de tudo será financiado basicamente com recursos próprios da companhia”.

Na área de refino, a meta da Petrobras é manter o equilíbrio entre a produção e a capacidade de processamento. A carga de petróleo processada no Brasil e no exterior deverá alcançar 2,3 milhões de barris por dia em 2011 e 3,2 milhões em 2015.

“A Empresa já adquiriu parte de uma refinaria em Passadena, no Texas, e esta aberta à negociações para adquirir outras na Ásia, no próprio Estados Unidos e na Europa”, garantiu Gabrielli.

Agência Brasil

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223