DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Investigação de esc?dalo se concentra em assessor de Bush

Faltando poucos dias para expirar o prazo da investigação, o promotor especial Patrick Fitzgerald, encarregado de determinar se houve crime no vazamento da identidade de uma agente da CIA para a imprensa, procura mais informações sobre conversas mantidas pelo conselheiro pessoal do presidente George W. Bush, Karl Rove, com jornalistas, informa The New York Times. O resultado da investigação, que poder?envolver at?mesmo o vice-presidente, Dick Cheney, ?esperado com ansiedade na Casa Branca.

O j?i de instrução que investiga o caso se reuniu por tr? horas nesta quarta-feira, e adiou os trabalhos sem fazer nenhum an?cio. O j?i ter?de decidir se um crime foi cometido e, nesse caso, emitir indiciamentos. O rumo das investigações sugere que poder? ser indiciados Rove e o chefe de gabinete de Cheney, I. Lewis “Scooter” Libby. Na semana passada, surgiram rumores de que o resultado da investigação poder?levar Cheney poder?renunciar

A investigação j?dura dois anos, e o mandato do j?i expira nesta semana. N? h?informação sobre se Fitzgerald pretende anunciar algum indiciamento, ou quando o j?i vai se reunir novamente.

O promotor especial poder?acusar um ou mais altos assessores da Casa Branca de violar a lei que pro?e a divulgação intencional da identidade de um agente secreto. Tamb? est? em an?ise acusações de uso irrespons?el informação secreta, perj?io e obstrução da Justi?.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153