DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Imigrantes enviaram R$ 14 bilhões dos EUA ao Brasil em 2006

Os brasileiros que vivem nos Estados Unidos enviaram ao país cerca de R$ 14,6 bilhões (US$ 7 bilhões) em 2006 – uma alta de 9% em relação a 2005. O número será divulgado oficialmente neste sábado (17) pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), durante sua assembléia anual de governadores, que acontece na Guatemala.

Apesar da alta, o valor ainda é muito menor que o enviado para casa pelos mexicanos: US$ 23 bilhões. Ao todo, os latino-americanos enviaram para fora dos Estados Unidos US$ 62,3 bilhões em 2006, 14% a mais que no ano anterior. Os colombianos foram responsáveis pela saída de outros US$ 4 bilhões, de acordo com o estudo, obtido pelo “Financial Times”.

O dinheiro enviado pelos estrangeiros nos Estados Unidos se tornou uma importante fonte de entrada de recursos externos na América Latina. Pelo quarto ano consecutivo, as remessas de imigrantes superaram a soma dos investimentos estrangeiros diretos e das ajudas internacionais à região. Na América Central e Caribe, as remessas em muitos casos superam 10% do produto interno bruto dos países.

Crescimento desacelera
O combate à imigração ilegal nos Estados Unidos está reduzindo o ritmo de crescimento dessas remessas. Para o México, o envio de dinheiro cresceu 25% no primeiro trimestre de 2006. Entre outubro e dezembro do mesmo ano, no entanto, a alta foi de apenas 5%. Uma estimativa de Don Terry, do BID, mostra que, sem esses recursos, entre 8 e 10 milhões de famílias estariam abaixo da linha de pobreza.

Cerca de 75% das remessas de dinheiro para a América Latina tem origem nos Estados Unidos. Outros 15% são enviados a partir da Europa. Japão e Canadá também respondem por grandes quantias enviadas ao Brasil, Peru, Jamaica e Haiti.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153