DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Governo pede ao Congresso aprovação da reforma de imigração.

Washington – Um alto funcionário do Departamento de Segurança Interior pediu nesta quarta-feira (26), no Congresso, a pronta aprovação da reforma de imigração, num ato que parece ser uma demonstração do esgotamento que vem causando em alguns setores a prolongação do debate.

“Peço ao Congresso uma aprovação ampla da reforma de imigração”, disse Cresencio Arcos subsecretário para assuntos internacionais ao comparecer em uma vista legislativa no subcomitê para assuntos do Ocidente.

O subcomitê, que faz parte do Comitê de Relações Internacionais, convocou a audiência que faz parte de uma série de outras já iniciada desde o começo de julho, realizada pelos dirigentes republicanos da Câmara de Representantes. Audiências que vêm sendo consideradas por alguns legisladores e ativistas como uma manobra para prolongar o debate.

A Câmara já aprovou seu próprio projeto em dezembro, com um forte apelo à segurança, e o Senado seguiu com o seu em maio, com uma abertura à legalização dos ilegais.

Mas, em vez de designar negociadores para harmonizar uma versão final, a Câmara de Representantes convocou estas audiências que estão sendo realizadas em várias cidades e na sede do Capitolio em Washington.

O senador republicano Mel Martinez, da Florida, disse que a oposição dos legisladores republicanos da Câmara ao programa de trabalhadores temporários e à abertura a uma possível residência legal aos 12 milhões de ilegais que estão atualmente no país “está afetando adversamente” o partido.

Arcos disse que “só com essa reforma se poderá trocar a base da migração regional”.

Avaliou também que a reforma deveria conciliar “uma combinação” de segurança na fronteira, ampla ação policial e judicial no interior do país e um programa de trabalhadores temporários. Elementos que vêm sendo propostos há alguns meses pelo presidente George W. Bush.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222