DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Furacão Katrina deixa sete mortos na Flórida

Subiu para sete o número de pessoas que morreram na passagem do furacão Katrina pelo Estado da Flórida, no sul dos Estados Unidos.
Ventos de até 120 km/h arrancaram árvores do solo e derrubaram redes de eletricidade. Um milhão de casas continuam sem energia.

Equipes de resgate estão trabalhando na limpeza dos entulhos deixados nas cidades e nas estradas e na restauração da eletricidade.

O furacão, que passou pela Flórida na quinta-feira à noite, se dirigiu nesta sexta para o Golfo do México, onde ganhou força, virando uma tempestade de categoria 2 na escala de Saffir-Simpson – que vai até cinco.

Algumas plataformas de petróleo no Golfo foram evacuadas, embora as previsões indiquem que a tempestade deve poupar essas instalações.

Ainda assim, estima-se que os custos relacionados ao furacão chegue à casa das centenas de milhões de dólares.

Volta à terra

O trajeto antecipado pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos indica que Katrina voltará à terra pelo Estado de Mississipi, talvez já nesta segunda-feira.

As projeções também apontam para a volta de Katrina ao Estado da Flórida, desta vez mais ao norte, na costa banhada pelo Golfo do México.

O governador da Flórida, Jeb Bush, advertiu os moradores da região para se prepararem para a tempestade.

“Estamos a três dias de outra aterrissagem, o que significa que as pessoas na área de Panhandle (no noroeste do Estado) devem novamente tomar precauções e se preparar para uma tormenta que possivelmente virá”, afirmou o governador, que é irmão do presidente George W. Bush.

Jeb Bush pediu que a área afetada fosse declarada zona de desastre, o que deve acelerar a assistência federal.

“Recursos federais se encontram no Estado e estão prontos para ser enviados. Esses recursos incluem água, alimentos, gelo e pessoal capacitado, assim como profissionais de resgate, no caso de o Estado necessitar deles”, afirmou o porta-voz do presidente Bush, Trent Duffy.

Mas as autoridades da Flórida alertam que pode levar dias até que o fornecimento de energia elétrica seja restaurado nas áreas mais castigadas pelo furacão.

Mortes

Das sete mortes causadas por Katrina, três foram por esmagamento por árvores. Um outro homem morreu ao perder o controle do seu carro e se chocar com uma árvore.

Dois homens foram encontrados mortos em barcos e o último foi achado numa área inundada.

As autoridades continuam advertindo para os perigos das inundações e dos postes elétricos derrubados. Um dos temores é que as pessoas sejam eletrocutadas, como já aconteceu no passado.

As escolas e a maioria das empresas permaneceram fechadas nesta sexta-feira. O aeroporto internacional de Miami voltou a funcionar.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
164