DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Família usa Youtube e Facebook para salvar vida do seu cão – Saúde Animal

Share

Visit this link ent/uploads/2012/08/251976_265559276876881_645877016_n.jpg”>Cali, uma labrador Retriever de três anos de idade, foi picada por uma cobra (Diamondback rattlesnake) enquanto brincava no quintal de sua própria casa. Quando a família de Cali notou o incidente, seu rosto começou a inchar e ela ficou completamente letárgica, sem forças para caminhar. O local da picada podia ser claramente visto pela quantidade de sangue ao redor do seu focinho. Cali foi imediatamente levada para o serviço de emergência e cuidados intensivos do Hospital Veterinário da Universidade da Flórida para ser tratada por especialistas no assunto.

Normalmente, um cão do mesmo porte da Cali recebe de dois a três frascos de soro antiofídico para neutralizar a ação do veneno da cobra. Mas, devido ao tamanho da cobra e quantidade de veneno injetado, Cali bateu o recorde de frascos utilizados em um só cão na Universidade da Flórida. Cali recebeu 21 frascos para controlar o envenenamento.

Mesmo para a Universidade da Flórida, o número de frascos de soro antiofídico disponível não foi o suficiente e os veterinários que atenderam Cali tiveram que usar tipos e marcas diferentes de soro e esperar para que não ocorresse nenhum tipo de efeito adverso.

Não fosse somente a ação generalizada do veneno no corpo da Cali, o local da picada estava começando a dar sinal de que a pele ao redor iria necrosar e causar um séria infecção que poderia custar a vida do animal. A pele ao redor do pescoço de Cali teve que ser removida cirurgicamente e um sistema a vácuo foi implantado por debaixo da pele para sugar o tecido morto e qualquer presença de veneno ainda circulante naquela região.
Devido a gravidade do estado de saúde da Cali, ela precisou passar por três cirurgias, 21 frascos de soro antiofídico e tratamento intensivo na UTI do hospital veterinário da Universidade da Flórida. Longos dias se passaram e um novo problema estava por surgir – a conta hospitalar. Foi estimado que o tratamento total, sem promessas de recuperação, custaria em torno de $11 mil à $19 mil dólares. Dinheiro que a família de Cali não possuía.

Mesmo com ajuda de doações do próprio hospital, a família da Cali não estava conseguindo arcar com as despesas que só se somavam a cada nova complicação.

ensando em como arrecadar dinheiro, e rápido, para dar à Cali a melhor chance de recuperação, seus donos postaram um vídeo no Youtube e criaram uma página no Facebook com fotos da família brincando com ela e fotos dela após o envenenamento, já hospitalizada explicando toda a situação de saúde e financeira. Visitantes dos dois meios de comunicação via internet podiam doar dinheiro através de um sistema online, chamado ChipIn.

Em algumas semanas, os vídeos e fotos deram resultados. A página do Facebook foi acessada 1.527 vezes e o vídeo assistido 8.123 vezes. A família de Cali foi capaz de arrecadar um total de $17 mil dólares através da ajuda de pessoas simpatizantes com o caso.

Com esta ajuda vinda do mundo virtual, o tratamento da Cali foi continuado e ela apresentou recuperação total, voltando para casa para os braços dos seus donos. No final, a conta hospitalar ficou em torno de $18 mil dólares.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Share
Dr. Luiz Bolfer
Dr. Luiz Bolfer
Dr. Luiz Bolfer formou-se em Medicina Veterinária no Brasil e mudou-se para os Estados Unidos para se especializar em Cardiologia, Emergência e Cuidados Intensivos em cães e gatos. Completou 12 meses de Internato em Clínica Médica e Cirúrgica Veterinária na Universidade de Illinois. Atualmente é Residente em Emergência e Cuidados Intensivos no Centro Médico Veterinário da Universidade da Flórida em Gainesville.
139