DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

EUA: Demanda de bens duráveis aumenta 3,1% em junho.

O Departamento de Comércio norte-americano divulgou dados nesta quinta-feira (27) onde aponta que demanda de bens duráveis (com durabilidade mínima prevista de três anos) registrou um aumento de 3,1% no mês junho. É o maior registrado desde os 6% de alta registrados em março, com o impulso do setor de aviões comerciais.

O resultado de junho superou em muito os verificados em maio (ligeira alta de 0,3%) e em abril (queda de 4,7%). Os pedidos de junho totalizaram US$ 216,3 bilhões.

As demandas por aeronaves comerciais cresceram de 8,8% em junho, depois das quedas de 19,2% em maio e de 29,7% em abril. No mês passado, a Boeing registrou 135 pedidos de aviões, contra 33 em maio.

Já os pedidos de aviões militares cresceram 12,9% no mês passado, uma redução na comparação com maio, quando houve aumento de 22,9%.

O setor de transportes respondeu por US$ 5,01 bilhões no total de pedidos do mês passado, um aumento de 8,6%, contra a queda de 2,8% em maio.

Os pedidos de automóveis e autopeças tiveram um ligeiro aumento de 0,2%,o setor automobilístico norte-americano vem registrando desempenho incerto, com a queda nas vendas devido aos altos preços da gasolina.

Excluído o setor de transportes, houve crescimento de 1% no número total de pedidos de bens duráveis no país no mês passado. Também houve alta nos pedidos de computadores, equipamentos de comunicação e metais, como o aço.

A expectativa dos analistas é de que o setor manufatureiro mantenha o crescimento nos próximos meses, mas em ritmo menor. Na semana passada, o presidente do Federal Reserve (Fed, o BC americano), Ben Bernanke, disse que o desaquecimento da economia dos EUA deve compensar os efeitos que as altas nos preços da energia vêm exercendo sobre a inflação do país.

O governo norte-americano deve divulgar amanhã uma estimativa de crescimento referente ao segundo trimestre de 2006. A expectativa é de uma expansão de cerca de 3% no período, abaixo dos 5,6% registrados no primeiro trimestre.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223