DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

EUA defendem entrada do Japão no Conselho de Segurança

Condoleezza Rice defendeu a expansão do Conselho de Segurança, e o ministro Celso Amorim voltou a pedir a entrada do Brasil no órgão.

Nova York – A secretária de estado Condoleezza Rice reafirmou, na 60ª Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o apoio dos Estados Unidos à entrada do Japão como membro permanente do Conselho do Conselho de Segurança, e disse que países em desenvolvimento merecem ter maior representatividade no órgão. Hoje, fazem parte do Conselho cinco integrantes permanentes: Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Rússia e China.

A secretária também voltou a repetir o compromisso feito pelo presidente George W. Bush com as Metas do Milênio de redução da pobreza e de acabar com os subsídios agrícolas desde que outros países também o façam.

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, voltou a pedir a entrada do Brasil como membro permanente do Conselho. “Não podemos aceitar a perpetuação de desequilíbrios que são contrários ao próprio espírito do multilateralismo”, afirmou. Ele disse que não se podia esperar que o Conselho de Segurança continue a expandir sua agenda e responsabilidade sem lidar com seu “déficit democrático”.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153