DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Espanha condena brasileiro a 326 anos de prisão por crimes sexuais

O brasileiro Juvenilson Dias da Silva foi condenado pela a justiça da Espanha a 326 anos de detenção, logo depois que confessou ter cometido 19 crimes envolvendo violência sexual. Crimes que foram realizados entre agosto de 2000 e julho de 2003 em Pozuelo, perto de Madri.

A sentença, anunciada neste última semana em seção da Audiência Provincial de Madri, condenou o brasileira, além da pena de prisão, ao pagamento de mais de US$ 700 mil de indenização às vítimas.

O tribunal considerou Silva responsável por 17 estupros e duas tentativas, oito roubos com violência sexual e intimidação e cinco delitos de lesão.

De acordo as conclusões do promotor, Juvenilson Dias abordou 19 mulheres às quais intimidou com uma faca e agrediu sexualmente, atuando sempre da mesma forma.

Em todos as ocasiões, Silva abordou suas vítimas nas ruas e as levou a lugares afastados. Depois do estupro, ele ameaçava matar as vítimas caso gritassem denunciando sua fuga, segundo a acusação.

O promotor destacou em seu relatório final que, apesar de o acusado ter reconhecido seu delitos, a gravidade dos crimes levaram a promotoria a pedir uma punição maior que a pena máxima de 20 anos estipulada pelo Código Penal espanhol.

Todas as acusações particulares,uma delas apresentada pela Associação de Assistência a Mulheres Violentadas, foram reunidas nesta solicitação. O advogado de defesa, Eduardo Ezequiel García Peña, se opôs ao pedido e destacou a colaboração de seu cliente no processo.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222