DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Emoção e cordialidade na entrevista de Pelé a Maradona

Um encontro descontraído, emocionado e bem-humorado, entre dois amigos. Assim foi a entrevista de Pelé a Diego Maradona no programa “La Noche del Diez”, comandado pelo ex-jogador argentino em uma emissora de tevê local. Durante quase meia hora os dois conversaram sobre a situação da Fifa, sobre o famoso caso da “água batizada” no jogo entre Brasil e Argentina na Copa de 90 e até mesmo sobre o problema do filho de Pelé com as drogas.

– Muitos me perguntaram no Brasil porque eu iria ao programa. Eu não tinha porquê não vir. Você é um vencedor e é um orgulho estar aqui – disse Pelé logo ao ser chamado ao auditório, dando o tom do que seria a entrevista.

Maradona e Pelé foram cordiais e bem-humorados até mesmo ao falar sobre assuntos polêmicos. O argentino, que tratou seu convidado como “Rei” algumas vezes, perguntou sobre o relacionamento dele com o ex-presidente da Fifa João Havelange.

– Agora já passou o momento mais crítico. Há momentos em que temos que lutar por nossos direitos. Creio que a classe de jogadores não é uma classe unida – criticou Pelé, que mais tarde elogiou os avanços na gestão de Joseph Blatter na entidade.

Pelé na seqüência pediu licença para fazer uma pergunta, questionando Maradona sobre o episódio do sonífero na água servida ao jogador Branco na Copa de 90.

– Eu não fui. Eu não fui – jurou Diego, que completou – Eu conto o pecado, mas não conto o pecador.

Maradona elogiou a seleção brasileira que foi derrotada pela Argentina na Copa da Itália, dizendo que o Brasil foi superior naquela partida.

– O Goycoechea sabe disso, ele ficou deseperado lá atrás – revelou Maradona, citando o goleiro da seleção argentina, que é um dos apresentadores do programa.

Pelé diz que Maradona é exemplo para Edinho

Em um dos momentos emocionantes do programa, Maradona manifestou sua solidariedade ao problema com as drogas envolvendo o filho de Pelé, o ex-goleiro Edinho, deixando o Atleta do Século livre para comentar o caso se quisesse.

– Agradeço de coração. Você é um exemplo para ele, e espero que meu filho tenha força para sair disso sem problemas. Creio que nós dois juntos podemos fazer muitas coisas e ajudar muita gente – disse Pelé, que presenteou Maradona com uma estatueta homenageando o tango.

Os dois ainda trocaram camisetas autografadas das seleções brasileira e argentina. Atendendo aos pedidos de Maradona, Pelé cantou uma música ao violão antes dos dois terminarem a entrevista dando um show de habilidade, trocando vários passes de cabeça.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
164