DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

A dor muscular crônica afasta você dos exercícios? Você não está só!

16198011524_a685951a95_kUm estudo revelou que 25% das pessoas do Reino Unido sofre de dor muscular crônica. Além do problema de sentir dor, que por si só já é muito ruim, a dor acaba afastando essas pessoas da prática dos exercícios. É compreensível que devido a dor, a aderência aos exercícios é muito pequena. Muitas iniciam, mas não conseguem continuar. Mas a prática de exercícios é sem dúvida muito benéfica.

O problema ocorre de forma cíclica. Uma das reações normais de quando se sente dor é ficar parado. Ainda mais quando essa dor é muscular. Então, tudo começa quando a pessoa toma coragem e começa a fazer exercícios. Sem dúvida, no dia seguinte a dor irá aparecer. E, para as pessoas que tem dor muscular crônica, a dor é mais forte que para quem não tem. O que ocorre depois? Claro, a pessoa fica alguns dias sem fazer exercícios e perde o pouco que ganhou. Quando a dor passa e ela volta aos exercícios, a dor novamente se instala e tudo ocorre de novo. É mesmo muito difícil.

No estudo citado anteriormente, foi feita uma análise de 42 trabalhos envolvendo 8.243 pessoas que apresentavam queixa de dor muscular crônica. O que foi avaliado nesses estudos foi a aderência aos exercícios.

Infelizmente, não foi encontrado nenhum resultado conclusivo mostrando que há um procedimento para o aumento na aderência ao exercício. Os resultados mostraram que algumas estratégias podem ajudar, como a terapia cognitiva, a gravação de áudios e vídeos e acompanhamento individualizado. Apesar de termos o conhecimento que a continuidade dos exercícios irá ao final de um período diminuir a dor, a aderência à prática de exercícios ainda é muito difícil. A pergunta a ser respondida é: como manter uma pessoa animada a sair de casa e fazer exercícios se ela sabe que isso vai causar dor? Para piorar ainda mais a situação, quanto mais velha a pessoa vai ficando, mais a dor vai se intensificando! Não parece justo realmente.

Acredito que uma forma de ajudar as pessoas que apresentam dor muscular crônica é a conscientização da necessidade dos exercícios. Com certeza não é fácil e nem simples sair de casa com dor para se exercitar. E também não é fácil iniciar um programa de exercícios sabendo que a dor irá piorar no dia seguinte. Talvez, o exercício precise ser encarado como um remédio amargo, eu diria muito amargo, mas eficaz.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Ivani Manzo
Ivani Manzo
Dra. Ivani Manzo é doutora em Ciências pela Escola Paulista de Medicina UNIFESP – EPM com ênfase em obesidade, gestação e exercício. Em 2010 iniciou seus estudos em Life Coach e desde então trabalha ajudando as pessoas a alcançarem seus objetivos.
228