DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Dinheiro Certo movimenta US$ 715 mil por mês

O serviço de transferência financeira internacional dos Correios, denominado Dinheiro Certo, movimentou em 2006 uma média mensal de US$ 715.000,00, sendo cerca de 900 transações de vales para o exterior com valor médio de US$ 430 e aproximadamente 820 vales no valor médio de US$ 400 para o Brasil.

O Dinheiro Certo está disponível em quase seis mil agências espalhadas pelo Brasil. Hoje, o serviço pode ser utilizado para remessas de/para 38 países, entre os quais Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Japão, Portugal e Suíça.

O Dinheiro Certo funciona desde 2005, atendendo principalmente a necessidade que amigos e parentes têm de enviar dinheiro para pessoas que estão vivendo em outro país, com tranqüilidade, segurança e rapidez. Pagamentos de pensões e contribuições para entidades associativas e previdenciárias também são muito comuns. Aquisições de programas de computador e medicamentos, além de pagamentos diversos, são outras razões para se usar o serviço.

Por se tratar de um serviço eletrônico, o tempo em que são realizadas as transações pode ser, em determinados casos, de apenas cinco dias úteis. A previsão para o futuro é que este prazo seja reduzido ainda mais.

Como usar

O Dinheiro Certo é um serviço fácil de ser usado. Basta o cliente se dirigir à agência postal credenciada mais próxima com a quantia que deseja remeter para o exterior – ou a informação a respeito da remessa que efetuaram para ele em outro país – e apresentar a sua documentação. Todas as transações são reportadas diariamente pelos Correios ao Banco Central do Brasil.

O preço cobrado nas remessas para o exterior é de R$ 28,00 por transação, mais a taxa de 0,75% do valor em Reais a ser enviado. Não é cobrada nenhuma taxa para os pagamentos em dinheiro de transações recebidas.

A validade – período em que o Dinheiro Certo fica à disposição do beneficiário – vai até o último dia útil do mês seguinte ao da data de emissão da transação. O valor máximo a ser enviado ou recebido por transação é de até três mil euros e varia de acordo com o país de origem/destino. Não existe limite quanto ao número de transações feitas pelo mesmo cliente. Mais informações sobre o Dinheiro Certo podem ser obtidas no site dos Correios: www.correios.com.br.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152