DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Corpo de brasileiro leva semanas para ser liberado de Miami para o Brasil

O aposentado Antonio Tilio Neto, 55 anos, teve um ataque cardíaco e foi encontrado morto na Estação do Metrorail de Miami, no dia 4 de fevereiro, segundo ocorrência policial.

O mesmo se encontrava de férias e visitava amigos em Port St. Lucie. No dia 3 de fevereiro, pela manhã, ele pegou o ônibus com destino a Miami, para depois fazer o translado com o Metrorail ir para o hotel, o qual se hospedaria até o dia seguinte, data do seu retorno ao Brasil.

Infelizmente não conseguiu finalizar o percurso, vindo a ter o ataque cardíaco ainda na estação do Metrorail.
A esposa de Neto, Maria Elisia que vive em Niterói-RJ e a amiga do casal Rosangela da Silva, que o recebeu em Port St. Lucie no dia 30 de janeiro até a véspera do acontecido, estão indignadas e revoltadas com a situação e com o descaso das autoridades locais. Segundo a esposa, até a data de hoje, 21 de fevereiro, o corpo de Neto ainda não tinha sido transladado para o Brasil, devidas as exigências burocráticas e contraditórias.

Segundo Silva, que está tentando com a esposa, há semanas, resolver esta terrível situação, as exigências foram muitas e, de acordo com elas, inaceitáveis.
“O Consulado Brasileiro de Miami disse que só teve conhecimento da morte 10 dias depois do acontecido e que a polícia só os informou no mesmo dia em que amigos nossos estavam buscando informações sobre o desaparecimento de Tilio na sede do Consulado” disse Silva.

“Não entendo porque ninguém conseguiu contactar a família, se com ele estavam documentos: passaporte, carteira de identificação da Varig e sua agenda que acreditamos que também estava nas bagagens, encontradas junto ao corpo. Como senão bastasse a perda do marido, a minha amiga está sofrendo também com a liberação e translado do corpo desde 14 de fevereiro” acrescentou Silva.

Segundo Elisia, o Consulado informou que somente os 3 filhos de Neto poderiam assinar a procuração para o translado e que ela, casada há 20 anos, não poderia fazer nada. Após muita burocracia e ligações, ela conseguiu localizar um dos filhos (do primeiro casamento) e pegar a assinatura e enviou a Miami, no último dia 17.

A nossa redação tentou contato com o Consulado Brasileiro em Miami, mas em virtude do feriado President’s Day, o mesmo se encontrava fechado.
Estaremos acompanhando este caso e tentaremos o contato com o Consulado e assim sendo, estaremos esclarecendo, na próxima edição, esta triste história.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196