DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Corinthians, sem susto, ganha por 3 a 0

Desta vez foi sem sustos. Comandado por grande apresentação do atacante Tevez, autor de dois gols, e com marcação invejável, o Corinthians passou fácil pelo Coritiba nesta quarta-feira à noite, no Pacaembu, com vitória tranqüila por 3 a 0. No 11.º triunfo no Brasileiro, a sorte presente nas viradas contra Paysandu (3 a 2) e Cruzeiro (4 a 3) acabou não sendo necessária. Brilhou a estrela do craque argentino.

Logo no começo, após passe de cabeça de Roger, Tevez abriu o marcador. Destruiu, ali, o esquema armado pelo técnico rival Cuca, de fazer dois em um em cima de Gustavo Nery. Com Alexandre e Rafinha explorando o setor esquerdo, o treinador acreditava em surpreender. O camisa 10 mostrou, também, merecer mais respeito. “O Corinthians, no meu modo de ver, tem um jogador que está muito bem, e não é o Tevez, e sim o Jô”, disse Cuca, antes do duelo.

O técnico havia esquecido, ou menosprezado o argentino? Não revelou. Mas deve ter se arrependido quando Tevez ampliou, após bela jogada individual, aos 23 minutos. Bobô, aos 44 da fase final definiu: 3 a 0.

E tudo conspirou à favor do time de Parque São Jorge. Habitualmente, a equipe não dá sorte quando estréia uniformes novos. Nesta quarta, apresentou a camisa com o logotipo da Samsung, nas cores azul e branca, e não amargou tropeço. Até a questionada defesa, agora sem Marinho, teve noite iluminada. Sebá e Betão ganharam todas pelo alto, Coelho e Gustavo Nery anularam os avanços adversários e Marcelo Mattos e Mascherano formaram um paredão.

Márcio Bittencourt sabia e discursou na véspera, que não sofrendo gols, a vitória viria com certeza. O melhor ataque do Nacional não o decepcionaria. Acertou. Com os três gols deste jogo, chegou aos 39 – em 17 rodadas, só não fez na derrota por 1 a 0 para o Fluminense.

Na grande festa no Pacaembu (28.663 torcedores), um contraponto chamou atenção. A bandeira de 15 metros cobrando a diretoria: “Cadê nosso atacante.” Ela deve ser presença constante nos jogos – sábado, o rival é o São Caetano e 3 mil ingressos já foram vendidos -, até Kia Joorabchian cumprir a promessa de trazer um goleador. O iraniano está em Londres, tentando acerto com Vágner Love.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152