DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Ciclone extratropical pode chegar a qualquer momento

Um ciclone extratropical pode atingir Santa Catarina e o Rio Grande do Sul a qualquer momento. A tormenta pode causar estragos em várias cidades da Região Sul, com rajadas de vento acima de cem quilômetros por hora e ondas de mais de três metros de altura em alto-mar. O Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) já enviou alertas para a Defesa Civil dos dois estados. O principal aviso é para os pescadores não irem para alto-mar porque os ventos serão fortes e poderão virar as embarcações.

Os pesquisadores Cptec não acreditam que o ciclone vire um furacão, como aconteceu com o Catarina, que em março do ano passado atingiu o sul do país e provocou mortes e destruição, porque suas características são decorrentes do encontro de uma massa de ar frio com outra quente, ao contrário do furacão.

Os meteorologistas explicam que o ciclone – que deve chegar entre esta quarta e quinta-feira – não deve ter a mesma intensidade do tornado que devastou a cidade de Muitos Capões, no nordeste gaúcho. Vinte e uma casas foram completamente destruídas pelo vento, que chegou a 220 quilômetros por hora. Os prejuízos chegam a R$ 4 milhões. A prefeitura decretou situação de emergência.

Pelo menos outros 15 municípios foram atingidos por temporais – a maioria no norte gaúcho. O granizo danificou telhados de centenas de casas. Em alguns lugares, as pedras de gelo que eram do tamanho de um ovo.

O mau tempo fez com que oito cidades gaúchas decretassem situação de emergência. Desde a última sexta, as prefeituras de Barra do Quaraí, Santa Cecília do Sul, Tapera, Jacuizinho, Água Santa, Doutor Maurício Cardoso, Bagé e Muitos Capões solicitaram ajuda ao governo do estado. Todas foram atingidas por vendaval ou queda de granizo. A previsão é que os temporais continuem no Sul até o fim de semana.

Na noite desta terça-feira, uma chuva de granizo atingiu o Paraná. Centenas de famílias estão desabrigadas.

O excesso de chuva provocou ainda o desabamento nesta quarta-feira de três casas que estavam em construção, em Porto Alegre. O incidente ocorreu num condomínio da Rua Associação Atlético Trianon, no bairro Belém Novo.

Equipes da Defesa Civil municipal atenderam o chamado no início da manhã e solicitaram a ajuda da Secretaria Municipal de Obras e Viação. Técnicos da prefeitura devem realizar uma vistoria estrutural.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152