DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Centenas de mulheres relatam abusos sexuais em clínicas da Massage Envy nos EUA

Mais de 180 mulheres em todo os Estados Unidos estão movendo processos contra abuso sexual cometidos por terapeutas de clínicas de massagem da rede Massage Envy Spas, inclusive em franquias da clínica no sul da Flórida.

As queixas sobre a má conduta sexual dos terapeutas vão desde penetração com os dedos e a toques nos órgãos genitais e peitos, além de outras violações explícitas cometidas pelos terapeutas durante sessões de massagem.

No sul da Flórida, houve casos denunciados em Coral Springs, Boca Raton e Coral Gables. “Eu congelei completamente”, disse uma das vítimas de 27 anos de Coral Springs. “Foi nos últimos 10 minutos da massagem. Ele passou a mão em parte do corpo onde não deveria ser e tecnicamente me estuprou”, explicou. A vítima chamou a polícia imediatamente e o terapeuta foi condenado a 15 anos de prisão.

Adam Horowitz, advogado que representa várias vítimas, disse que não há um tipo específico, pois vão de novos terapeutas até os mais experientes. “O ponto comum em todos os casos é que os abusadores são homens”.

Após a publicação da denúncia na última segunda-feira, feita pelo site BuzzFeed News, o número de mulheres denunciando o abuso aumentou. Horowitz é advogado de mais de 20 clientes pelo mesmo motivo e disse ter recebido outras 25 chamadas de supostas novas vítimas após a publicação da denúncia.

Advogados das clientes relatam que existem casos de mulheres que denunciaram o abuso na polícia há mais de 15 anos, mas nenhuma prisão foi feita porque a empresa teria feito acordo antes mesmo dos processos judiciais serem abertos, não deixando nenhum registro público.

Melanie Hansen, consultora geral da Massage Envy Franchising, informou à BuzzFeed News que a empresa trabalhou arduamente para criar as “políticas mais rigorosas” da indústria para contratação, seleção e treinamento de terapeutas. “Nós avisamos aos proprietários da franquia sobre nossas políticas e, quando dizemos que nada é mais importante para nós do que tratar os clientes com respeito e dar-lhes uma experiência profissional segura, isso é sério”, disse.

Porém, como a rede possui diversas franquias pelo país, a Massage Envy disse que não é responsável por abusos sexuais que ocorrem nos spas devido à natureza do acordo de franquia. Cada franquia controla suas próprias operações do dia-a-dia, disse Hansen, incluindo descobrir a melhor forma de investigar uma conduta inadequada.

Ainda segundo a empresa, os funcionários da rede são submetidos a verificações de antecedentes e são informados de uma política de tolerância zero sobre o toque inadequado, mas Hansen disse que “não há políticas em qualquer empresa que possa garantir que um funcionário de uma empresa não quebre a lei”.

A rede de franquias, com sede em Scottsdale, Arizona, tem cerca de 1.200 spas em todo os Estados Unidos, emprega coletivamente 20.000 massoterapeutas e conta com 1,6 milhão de clientes membros em todo o país.

A American Massage Therapy Association disse que os terapeutas de massagem que tocam inadequadamente os clientes devem enfrentar consequências legais e que as pessoas que se consideram vítimas de qualquer abuso devem denunciar à polícia.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News
274