DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Bush confirma amizade com líder republicano indiciado

O presidente George W. Bush confirma a amizade com o ex-líder da maioria republicana na Câmara, o deputado pelo Texas Tom DeLay, acusado de financiamento ilegal de campanha eleitoral, disse o porta-voz da Casa Branca Scott McClellan. “O presidente o considera um bom aliado e um bom amigo”, declarou o porta-voz. “Bush mantém sua posição”, acrescentou McClellan, ao ser ouvido sobre a responsabilidade de DeLay no caso. O indiciamento do deputado, por um júri no Texas, forçou DeLay a deixar a liderança da maioria na Câmara.

“É preciso deixar correr o processo judiciário “, disse o porta-voz, recusando-se a comentar as acusações contra o congressista. “Este tipo de situação é muito séria”, afirmou. DeLay pretende conservar seu mandato e renunciar “temporariamente” a seu posto de líder da maioria, “de acordo com o regulamento do grupo republicano”.

Tom DeLay é acusado de ser o líder de um complô criminoso em Travis County (Texas) que aceitava recursos de alguns grupos de pressão. DeLay teria ainda remunerado os membros de sua família sob o pretexto de participação em campanhas eleitorais. O procurador do Texas, Ronnie Earl, deve fazer uma declaração sobre o caso ainda hoje.

No ano passado, DeLay já havia sido punido pelo comitê de ética da Câmara por conflitos de interesse. O parlamentar, no entanto, denunciou uma “investigação puramente política”. DeLay, alvo da oposição democrata há vários meses em função dessas investigações, é considerado um dos principais aliados da administração Bush.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153