DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Brasileiro que tumultuou vôo americano é libertado

Depois de ficar preso durante cinco meses nos Estados Unidos por tumultuar um vôo, o lutador de jiu-jitsu Carlos Alberto de Oliveira, 43 anos, retornou ontem a Porto Alegre. Oliveira disse que “deu porrada” em outro passageiro.

“Eu estava estressado. Vinha de um vôo do Japão para Los Angeles e seriam mais cinco horas até Washington. Quando levantei para tomar água, um cara acabou me acertando uma cotovelada. Eu já estava meio irritado e me agarrei com o cara na porrada”, disse Oliveira.
Segundo a tripulação, ele tentou abrir a porta do avião. O lutador precisou ser controlado por agentes de vôo – encarregados de prevenir atos terroristas – no dia 13 de setembro. Ele teria bebido demais e deu socos no ar antes do incidente.

Ele foi levado a um hospital psiquiátrico em Pittsburgh – no Estado da Pensilvânia -, depois de um mês preso. Lá, foi submetido a testes de sanidade mental: “Tentaram de todo jeito provar que eu era maluco, mas o laudo apontou o contrário. Perguntavam meu nome ou as cores, se algo era vermelho ou amarelo”, lembra.

Mesmo depois de assumir a culpa para ser libertado por sugestão da Justiça americana, Oliveira ficou mais três meses em uma prisão federal.

O lutador conseguiu a liberdade na última quinta-feira(15) depois da intermediação da embaixada brasileira em Washington. Foi escoltado por agentes da polícia federal americana até o desembarque, em São Paulo.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
164