DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Brasileiro é processado pela cidade de Deerfield Beach

André Medina Souza Leite Mugshot / South Florida Arrests / Broward County Florida Arrests.

O brasileiro André Leite, de 50 anos, de Coconut Creek, está sendo processado pela prefeitura de Deerfield Beach por prestar serviços sem licença e por subornar funcionários em contratos de serviços que somam $300 mil dólares.

Leite é dono da empresa de encanação Andre’s Plumbing e teria faturado 300 mil dólares em contratos indevidos de 2012 a 2016 pela prefeitura. O brasileiro teria burlado documentação para atuar com sua empresa e conseguir os contratos. Ele foi detido no dia 23 de dezembro e não se declarou culpado das acusações de roubo, fraude, lavagem de dinheiro, falsificação e ser contratado sem licença, mostra de registros judiciais.

O gaúcho trabalhou como encanador da cidade durante 4 anos atuando na instalação de sanitários e sumidouros em prédios da cidade. André se apresentou como representante da Andre Plumbing, e, a princípio, segundo os funcionários, não tinha nada em seu histórico de desempenho que indicasse problemas de licenciamento. Mas, em março de 2016, a cidade encerrou o contrato com Leite assim que se tornou aparente que ele havia falsificado seu licenciamento, disse uma porta-voz da cidade.

Ao fazer a solicitação para o cargo de encanador da cidade, Leite teria enviado o número de licença de outra empresa, o que não é permitido. O trabalhador de Deerfield Beach encarregado de verificar as qualificações já não trabalha mais para a cidade, consta no relatório de prisão.

Em uma entrevista ao South Florida Sun Sentinel em abril de 2016, Leite disse que não sabia que estava agindo fora da lei. Ele responsabilizou seu contador por preencher incorretamente a documentação da cidade que ele assinou. “Todos esses anos, ninguém disse nada sobre isso”, disse Leite ao Sun Sentinel na época. À polícia, Leite disse que não conseguiu mais encontrar o contador.

O brasileiro também apresentou documentos incompletos sobre sua qualificação e declarou ganho menor para pagar menos no seguro de compensação de trabalhadores, segundo as autoridades. Além disso, Leite subornou os funcionários da cidade para ser escolhido para os serviços. Na época, Frank Christian, gerente da instalação da cidade justificou que a Andre Pumbling “atendia com mais rapidez, têm mais familiaridade com as instalações de Deerfield Beach e têm taxas mais baixas”, diz o relatório. As autoridades suspeitaram quando a empresa foi chamada no lugar de uma outra companhia de encanamento que recebeu melhores classificações da comissão encarregada de revisar as propostas de contratos enviadas para a cidade.

A investigação descobriu também que Leite pagou as taxas do torneio de golfe dos funcionários da cidade em 2015, o que configura como suborno.As leis de ética do estado proíbem que os funcionários públicos recebam presentes sob certas circunstâncias, de acordo com os estatutos do estado.

Como os problemas com o contrato de Leite se tornaram evidentes, a cidade contatou a polícia de Broward que iniciou a investigação.

Em março de 2017 o Departamento de Regulação Profissional do Estado o multou em $12.000. Leite foi preso no dia 23 de dezembro do ano passado, sob a acusação suborno e de deturpação de qualificação para o trabalho. Segundo o cálculo das autoridades sobre o dinheiro recebido indevidamente, André deverá estornar mais de $ 300.000 à cidade.

Conforme registros da polícia, foi estipulada fiança de $143 mil dólares. As condições especiais para sua liberação incluíram monitoramento de nível II – prisão domiciliar – com uso de tornozeleira eletrônica e a entrega de seu passaporte.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News
157