DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Brasileiro consegue doações online para estudar em Harvard

Em menos de um mês o jovem catarinense Rafael José da Silva, 19 anos, que cursa o 4º semestre de Medicina na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) conseguiu o que achava “um pouco difícil, mas não impossível” – passar em teste para estudar em Harvard e ainda arrecadar dinheiro de doações online suficiente para bancar o sonho, já que a renda de seus pais não permitiria por conta própria.

A partir de 08 de janeiro de 2018, Rafael fará o intercâmbio de um ano numa das melhores universidades americanas , a Harvard Medical School, em Boston. Natural de Blumenau (SC) onde ainda moram seus pais, em entrevista ao GAZETA Rafael disse que a parte mais difícil de todo o processo foi chegar à USP e se preparar dentro dela. “A seleção é muito concorrida, mas depois de entrar, a busca não deve parar. Ajuda muito participar de iniciação científica, de extensões universitárias e se preparar para o processo”, conclui.

Estudante de escola pública de Blumenau, a dificuldade financeira dos pais – o pai trabalha como pedreiro e a mãe como empregada doméstica – para arcar com seus sonhos não o impediram. “Vejo todas as minhas conquistas como prova de que com trabalho duro e dedicação pode-se chegar muito mais longe do que muitos imaginam, apesar das dificuldades e obstáculos que existam no seu caminho”, comenta.

Segundo Rafael, o intercâmbio é focado em pesquisa científica médica e é resultante de um programa de parceria entre a Faculdade de Medicina da USP e Harvard, e inclui vários laboratórios da Harvard School of Public Health e da Harvard Medical School.

Processo para Harvard

Sobre a seleção em Harvard, o estudante conta que nas duas fases foi “tranquilo”. “Na primeira, os alunos que se candidatam escolhem os laboratórios que têm interesse em participar, enviam uma personal statement (carta de motivação) e seu histórico escolar; na segunda fase, os alunos são entrevistados pelos professores de Harvard, que selecionam os alunos. Como eu havia me preparado para o processo, não foi tão difícil”, pondera.

Aos jovens que têm o mesmo sonho de estudar no exterior, Rafael recomenda que “corram atrás dos seus sonhos. Na internet há muita informação disponível sobre como é o procedimento e como se preparar. Com criatividade e proatividade é possível superar os eventuais obstáculos. Apesar de todo o desafio inerente, ter a oportunidade de estudar em uma universidade de excelência é algo que com certeza vale a pena”, diz.

Quanto ao futuro, o estudante espera ter condições de ajudar na mesma proporção outros estudantes de destaque que necessitem de auxílio financeiro.

O dinheiro arrecadado irá custear alimentação e hospedagem. As doações online já ultrapassam os R$80 mil, bem mais do que a meta que o estudante tinha almejado de R$50 mil.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,,

Gazeta News
Gazeta News
223