DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Brasil pode ter pago até US$ 45 mi para EUA sem precisar, diz Amcham

O Brasil pode ter recolhido de forma desnecessária até US$ 45 milhões em impostos ao cofres norte-americanos em 2003, segundo estimativa da Câmara Americana de Comércio (Amcham).

Para a Amcham, o Brasil ainda não sabe aproveitar o Sistema Geral de Preferências (SGP), que prevê a redução ou isenção total de taxas de importação sobre vários produtos exportados para os EUA.

Em análise feita pela câmara, em 2003 –os dados de 2004 ainda não constam da pesquisa–, o país exportou US$ 16,6 bilhões para os Estados Unidos, sendo que US$ 1,5 bilhão das exportações pagou tarifas sem necessidade porque estava na lista de tratamento tarifário com isenção total.

Segundo cálculos da Amcham, ao considerar a tarifa de importação dos EUA de 3%, os exportadores brasileiros contribuíram, sem necessidade, com mais de US$ 45 milhões para os cofres norte-americanos.

Para o gerente gerente de Negociações Internacionais da Ancham, Fábio Rua, o maior problema para o pagamento sem necessidade é a desinformação.

“O caminho para o exportador encontrar a lista de produtos isentos ainda é muito complicado, com as informações apenas em inglês. Estimamos que apenas 5,6% da lista de produtos do SGP seja aproveitado”, afirma.

Atualmente, o Ministério do Desenvolvimento disponibiliza link em seu site para a United States International Trade Comission, onde está a lista de produtos beneficiados pelo SGP e fornece atendimento a exportadores.

“Acho que talvez o governo tenha temor de que os produtos atinjam sua cota e sejam excluídos do SGP”, afirma.

Ao contrário da Ancham que estima em US$ 3,9 bilhões o total de exportações que poderiam ser beneficiados pela lista do SGP em 2003, o Ministério do Desenvolvimento afirma que US$ 2,5 bi estavam na lista de produtos isentos.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196