DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Bolsas americanas sobem com aumento de gastos do consumidor

As Bolsas norte-americanas operam em alta nesta segunda-feira, com o crescimento nos gastos e na renda do consumidor nos EUA em setembro, apesar dos efeitos negativos dos furacões Katrina e Rita à economia do país.

Às 14h49 (em Brasília), a Bolsa de Valores de Nova York operava em alta, com ganhos de 0,59% no índice Dow Jones 30 Industrials, que tinha 10.464 pontos, e de 0,66% no S&P 500, que subia para 1.206 pontos. A Bolsa eletrônica Nasdaq estava em alta de 1,22% e registrava 2.115 pontos.

O Departamento do Comércio dos EUA anunciou hoje um crescimento de 0,5% nos gastos do consumidor em setembro, depois de uma queda de 0,5% no índice de agosto. A renda pessoal dos norte-americanos, por sua vez, teve crescimento de 1,7% no mesmo mês.

Os dados foram recebidos com otimismo pelos investidores, que entenderam que, mesmo com a destruição causada pelos furacões dos últimos meses, com destaque para as plataformas de refinarias da região do golfo do México (o que provocou alta dos preços da gasolina), a economia americana continua forte.

Os preços do petróleo voltam a dar espaço para alívio aos investidores. A Opep (Organização dos Países Exportadores de petróleo) informou hoje que dispõe de uma capacidade extra de 2 milhões de barris por dia, para atender um crescimento de demanda que já é esperado, devido à proximidade do inverno.

O barril para entrega em dezembro, negociado em Nova York, estava cotado a US$ 59,80, baixa de 2,32%.

No mercado de ações, os papéis do grupo alimentício Kellogg tinham queda, apesar do crescimento de 11% nos lucros trimestrais, devido ao anúncio de que, mesmo com uma ligeira elevação, a previsão para este ano e 2006 é de lucro abaixo do esperado em Nova York.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153