DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Barcelona vence na estréia da Liga

Joan Laporta, presidente do Barcelona, havia alertado seus jogadores sobre o desastre do Real Madrid contra o Lyon. “Que nos sirva de exemplo”, recomendou Laporta ao seu time na estréia na Liga dos Campeões da Europa.

Nem foi necessário. O Barcelona passou fácil pelo Werder Bremen, nesta quarta-feira, na Alemanha, pelo Grupo C. Venceu por 2 a 0, gols de Ronaldinho Gaúcho e Deco. Os brasileiros de Laporta foram mais eficientes que os do Real de Vanderlei Luxemburgo.

“O jogo foi difícil, mas já esperávamos isso porque o Werder é uma equipe forte e que está bem. Além disso, o nível da Liga é muito alto”, comentou Frank Rijkaard, técnico do Barça, reconhecendo que sua equipe caiu de produção nos últimos minutos do primeiro tempo, quando perdeu bolas e pareceu ter esquecido sua maneira de jogar.

O treinador negou que tenha perdido a confiança no lateral Belletti, substituído por Edmílson no intervalo. “Continuo confiando nele porque é um bom jogador, mas às vezes é preciso mudar”.

O Barça abriu a vitória com o gol de Deco, depois de boa trama entre Ronaldinho e Eto’o, aos 13 minutos do primeiro tempo. Ronaldinho marcou o segundo, cobrando pênalti que Messi sofreu, aos 32 do segundo tempo.

No outro jogo do Grupo C, a Udinese destroçou (3 a 0) o Panathinaikos, com três gols do centroavante Vicenzo Iaquinta.

O Manchester United conseguiu um ponto importante no empate sem gols contra o Villarreal, na Espanha, pelo Grupo D. O time espanhol, beneficiado pela expulsão de Rooney, teve duas boas chances de gols com o uruguaio Diego Forlán e não aproveitou. Ainda na mesma chave, o Benfica se salvou, nos acréscimos, com o gol solitário de Fabrizio Miccoli na vitória por 1 a 0 contra o fraco Lille.

Em casa, o Arsenal sofreu, mas garantiu a vitória por 2 a 1 contra o modesto Thun, da Suíça, no Grupo B. O volante Gilberto Silva fez o primeiro do Arsenal, aos seis minutos do segundo tempo. Ferreira empatou aos 8. E, no finalzinho, Bergkamp salvou o time inglês marcando o segundo gol. Em Praga, o Sparta empatou por 1 a 1 com o Ajax.

A Juventus, de Emerson, fez valer a sua força diante do Brugges no Grupo A. Venceu fora de casa por 2 a 1, gols de Nedved e Trezeguet. Na mesma chave e também com a lei do menor esforço, o Bayern de Munique, com Lúcio e Zé Roberto, derrotou o Rapid Vienna, fora de casa, por apenas 1 a 0 – gol de Guerrero, aos 15 minutos do segundo tempo.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152