DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

As dez livrarias mais bonitas do mundo

A propósito dos vinte anos do lançamento do primeiro livro do Harry Potter, ouvi uma referência sobre a livraria que inspirou a autora a criar a biblioteca de Howgarts. E, claro, uma coisa puxa a outra. Estão aí as 10 livrarias mais bonitas do mundo, segundo a BBC.

Dizem que os livros tem seus dias contados, o que acho uma pena. É uma delícia entrar numa livraria sem tempo para sair. Aqui, nos Estados Unidos, as poucas que ainda restam, permitem que se fique sentado em poltronas e até no chão, folheando os livros como se não houvesse amanhã.

Polare, Maastricht

Por incrível que pareça, tive o prazer de visitar esta livraria em Maastricht. Para minha tristeza, descubro que o futuro desta livraria é incerto, já que declarou bancarrota em fevereiro de 2017. Os funcionários iniciaram uma campanha de arrecadação de fundos para tentar salvar a livraria. Ela está localizada numa igreja dominicana do século 13, convertida em 2006 para livraria.

Dominicanerkerkstraat.1 Maastricht, Netherlands

El Ateneo, Buenos Aires

A livraria é um ícone de Buenos Aires. Foi construída para ser um teatro (Teatro Grand Splendid), em 1919. Dez anos depois, transformou-se num cinema. Ela ainda retém o seu esplendor de teatro, desde o teto com afrescos até as cortinas de veludo. Os leitores podem sentar nos camarotes para ler com conforto.

Av. Santa Fé 1860, Buenos Aires . Para o site clique aqui

Libreria Acqua Alta, Veneza

Acho que esta livraria foi escolhida por uma peculiaridade. Ela está localizada num dos canais de Veneza e em tempos de enchente os livros precisam ser removidos das estantes mais baixas para as mais altas, para banheiras ou pequenos barcos. A foto foi tirada por Justine Kibler, em sua visita em 2013. A livraria estava com dois pés de água. Mas, para falar a verdade e não tem como ser diferente, dizem que o cheiro de livros velhos e mofados está no ar.

Calle Longa S.Maria Fromosa 5176B Castello, Veneza perto da Basilia do Santo Giovanni e Paolo.

Librairie Avent-Garde, Nanjing

Esta livraria foi construída em 2004, num estacionamento de carros do governo e é também é um abrigo antiaéreo. Para achar o local da livraria num estacionamento subterrâneo abaixo do Wutaishan Stadium, os clientes devem seguir duas linhas amarelas. Encontram uma réplica do Pensador de Rodin e o balcão de atendimento é feito, com milhares de livros empilhados.

173 Guazngzhou Rd, Gulou Qu, Nanjing Shi, Jiangsu Scheng, China

El Péndulo, Polanco, Mexico City

Os clientes desta livraria também podem sentar e ler, tomar café e ouvir música ao vivo, no meio do verde, para fugir do calor da Cidade do México. Em 2013, quando a livraria completou vinte anos, ela entregou ao público 1000 livros estampados com a etiqueta “Este livro é grátis. Leia e torne a outro espaço público? Genial não?

Calle Alejandro Dumas 81, Mexico City . Site cliqueaqui

Livraria Lello, Porto

Esta livraria de estilo neogótico foi aberta no século 19 e serviu de inspiração a J.R. Rowling na idealização da biblioteca de Howgarts, da Saga Harry Potter, já que ela morava na cidade quando começou a escrevê-lo. A livraria estava praticamente quebrada quando o livro foi lançado e o público começou a demonstrar interesse em visitá-la, quando a direção teve a ideia de vender um voucher de cinco euros para visitar o interior, que poderia ser usado na compra de livros. Está vivendo até hoje, com filas na porta de interessados em visitá-la. Para evitar filas, é possível comprar o voucher pela internet aqui.

Rua das Carmelitas 144. Porto. Para o site oficial clique aqui.

Se você quiser ver a livraria em 360 graus, cliqueaqui. Vale a pena.

Bart Book, California

É considera a maior livraria ao ar livre do mundo e está localizada em Ojai, na Califórnia. Foi criada em 1964 e só poderia ser num estado como a Califórnia, onde chove muito pouco. Os leitores podem sentar a sombra de guarda-sóis ou de macieiras e ler os livros tranquilamente.

Shakespeare & Company Paris

Para os leitores que não se impressionam por arquitetura, mas com a beleza de livros sobre livros em apertados corredores, irão se encantar com esta livraria, que foi frequentada por Ernest Hemingway, Ezra Pound e James Joyce. Está localizada na margem esquerda do Sena e abriu em 1951, pelo americano George Whitman, administrada pela filha Sylvia desde sua morte, em 2011.

37 Rue de La Bucherie, Paris

Cors

Corso Como, Milan

Escondida em uma das fachadas, Corso Como foi fundada em 1991 por uma editora da Vogue italiana, Carla Sozzani. Ela trouxe seu senso fashion para o complexo combinando com livros, lojas de design, café, hotel e um jardim no topo. A loja mistura arte, arquitetura e títulos de moda.

10 Corso Como, Milan

Honesty Bookshop, Hay-on-Wye

A pequena Hay-on-Wye é uma cidade com vocação para os livros. Lá é organizado um festival de literatura desde 1988, descrito pelo ex-presidente Bill Cliton como uma Woodstock da mente. Mais de 30 livrarias expõem nas ruas estreitas da cidade, mas o mais interessante são as pratelerias nos jardins de um castelo medieval que expõem e vendem livros de segunda mão. Toda a renda vai para a restauração do Castelo.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,

Silvana Mandelli
Silvana Mandelli
Brasileira/americana, Silvana Mandelli resolveu, na terceira idade, escrever sobre suas experiências de vida, principalmente sobre viagens, sua grande paixão. Em seu blog "De bobagens a viagens", também compartiha aprendizados, observações sobre aquele assunto que estiver na mente e experiências que deram ou não certo, podendo assim deixar um legado para sua neta. Blog: www.debobagensaviagens.com
227