DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Acabou a fila para o green card

Desde sexta-feira(15) os imigrantes que aguardavam há anos a emissão de seus green cards por contrato de trabalho, já têm motivo para comemorar. O chamado backlog, ou atraso no processamento de pedidos, acabou.

Em 1° de outubro de 2005, o governo norte-americano decidiu retroceder a análise dos pedidos de green card para 23 de março de 2001. Com isso, formou-se uma enorme fila, fazendo com que os novos pedidos demorassem de quatro a cinco anos para serem processados.

Em conseqüência disso, inúmeros imigrantes que haviam apresentado pedidos de renovação de vistos, a fim de aguardar o processamento de seu green card, acabaram perdendo o status legal porque a fila não andava. A aceleração dos trâmites começou há alguns meses. Em apenas um mês foram processados pedidos acumulados durante dois anos.

Na avaliação da advogada Iara Morton, a normalização do processamento representa a volta “aos bons tempos”. “Isso significa que quem está legal no país, com I-94 vigente, deve começar urgentemente seu processo de certificação de trabalho. Por intermédio do PERM é possível obter certificação em pouquíssimo tempo. Uma vez que a certificação de trabalho é aprovada, se pode entrar com o pedido de green card no dia seguinte”, explica Morton.

O exemplo citado vale para a maioria dos vistos, incluindo os de trabalho, de estudante e até mesmo de turista, desde que a I-94 do interessado ainda esteja vigente.

Morton lembra ainda que há muita gente protegida pela lei 245(i), que poderá também ser beneficiada. “Quem entrou com processo legítimo de trabalho ou de família até 30 de abril de 2001, poderá ser beneficiado, e também aqueles que já têm certificação de trabalho aprovada”, explica a advogada. Ela alerta, no entanto, que é importante que os interessados não percam tempo e procurem imediatamente um advogado. “Da mesma forma que aconteceu esse milagre, amanhã pode haver esgotamento de cota ou retrocesso de data”, observa Iara, acrescentando que outro bom motivo para os interessados se apressarem é o fato de que o preço das taxas para inú-meros procedimentos de imigração, incluindo o green card, praticamente dobram em 31 de julho.

Mau presságio
Na avaliação de Morton o fim da fila para o green card pode ser um mau sinal. “Isso pode ser um indicativo de que não haverá reforma imigratória. Vai melhorar a vida de muita gente, mas por outro lado, creio que é sinal de que nada vai caminhar no Congresso”, acredita.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153