DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

10 casos suspeitos de febre amarela são investigados em São Paulo

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo investiga 10 casos de pessoas com suspeita de terem contraído o vírus da febre amarela na cidade. De acordo com a pasta, 4 casos foram descartados nos primeiros exames.

Dois terços dos casos suspeitos são de pessoas que moram na Zona Norte de São Paulo, onde estão localizados os Parques Horto Florestal e da Cantareira, na região do Tremembé.

Inicialmente, a secretaria havia dito que 14 ainda eram investigados.

NoHorto, foram encontrados macacos mortos com a doença.O parque chegou a ser fechado pelas autoridades sanitárias e pela Secretaria Estadual da Saúde.

Segundo o secretário municipal da Saúde, Wilson Polara, todas as pessoas suspeitas de terem contraído o vírus passaram ou moram na Zona Norte.

Dos 14 casos que foram investigados, 4 já foram quase totalmente descartados depois de três fases de exames. A última fase é o exame imunológico, que demora até 15 dias para ficar pronto. Das dez pessoas com suspeita, apenas uma segue internada.

Os médicos pesquisam onde as pessoas estiveram para detectar a possibilidade deles terem contraído a doença em São Paulo ou em outros lugares.

Neste ano, 12 casos da doença já haviam sido identificados na cidade, mas todos foram contraídos fora da capital.

O secretário da Saúde incentiva a população a se vacinar, mas diz que não há risco de propagação da doença, já que os parques foram fechados há duas semanas e a frebe amarela demora, em média, 7 dias para se propagar.

Após a morte dos macacos com febre amarela, o governo do estado e a prefeitura iniciaram uma campanha mais intensa de vacinação.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por vetores artrópodes, que possui dois ciclos epidemiológicos distintos de transmissão: silvestre e urbano. Reveste-se da maior importância epidemiológica por sua gravidade clínica e elevado potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas porAedes aegypti.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,

Gazeta News
Gazeta News
223