DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Ossada encontrada em NY pode ser de brasileira desaparecida desde 2017

Uma ossada encontrada atrás de um restaurante em Patterson, Nova York, pode ser da brasileira Laelcira de Lima, 53 anos, desaparecida em 2017 em Danburry, Connecticut.

Segundo a polícia de Putnam (NY), um caçador encontrou no dia 1º de fevereiro uma ossada atrás do restaurante Putnam Diner em Patterson – no mesmo local em que o carro da brasileira foi visto pela última vez. A área é cercada por mata fechada, a 12 milhas de Danbury.

Carro de brasileira desaparecida em Connecticut é encontrado em NY

O caçador acionou as autoridades que foram até o local no para fazer análise dos ossos. A polícia confirmou nesta terça-feira, 11, que também localizou roupas e pertences onde os restos mortais foram localizados.

Relembre o caso

A paraibana LaelCira era casada, tinha três filhos, morava em Danbury e desapareceu no dia 20 de outubro de 2017, quando as autoridades disseram que ela deixou sua casa por volta das 17h e não retornou. O caso ainda estava aberto e a polícia pediu nova ajuda do público em novembro passado.

Segundo a polícia, no dia em que desapareceu, DeLima havia saído de casa trancando a porta e disse à família que estava indo à farmácia, mas nunca voltou. Ela foi vista pela última vez vestindo uma camisa preta com gola em V e jeans azul, disse a polícia.

Na época do desaparecimento, o marido de “Cira”, como é conhecida, o também paraibano Josimar Ferreira, conversou com o Gazeta. Muito abalado, ele pediu o apoio de todos os brasileiros na busca da esposa.

Segundo Ferreira, Cira estaria passando por uma fase difícil, de muita tensão, devido a um acidente de carro que sofreu meses atrás. Desde o acidente, a paraibana vivia sob efeito medicação forte, prescrita para conter as dores.

Semanas depois que ela desapareceu, a polícia encontrou um Honda Accord vermelho de DeLima estacionado atrás da lanchonete. Os funcionários perceberam que o carro já estava lá há algum tempo e entraram em contato com as autoridades.

O tenente Chris Carroccio, da polícia de Danbury, disse na época que não havia “indicação clara” de que o desaparecimento de DeLima estaria ligado a algum homicídio. Ele disse que a polícia entrevistou dezenas de pessoas ligadas a Laelcira, incluindo familiares brasileiros, mas não havia concluído o caso e sequer tinha pistas do seu desaparecimento.

Apesar de tudo indicar que os ossos encontrados sejam da brasileira, a polícia ainda aguarda os exames forenses para confirmar. Com informações do News Times.

Leia também

brasileira-de-connecticut-esta-desaparecida-ha-duas-semanas

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News



265