DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Milhares de proprietários de imóveis podem precisar comprar seguro contra inundações em Broward

Agora, dezenas de milhares de proprietários de imóveis precisam começar a pagar centenas de dólares ou mais a cada ano em seguro contra inundações, graças a uma atualização em mapas que revelam quais casas enfrentam risco de inundação.

A Agência Federal de Gerenciamento de Emergências está atualizando seus mapas de inundações para todo o condado de Broward, e o número de propriedades no município redesenhadas em zonas de inundação é significativo. “Estamos falando de 60 mil a 70 mil propriedades”, diz Carlos Adorisio, supervisor da unidade de engenharia da Divisão de Engenharia e Permissão Ambiental de Broward e gerente de planície de inundação do condado.

Esta é a segunda vez em menos de uma década que a FEMA atualiza os mapas de Broward.

Em 2014, a agência federal digitalizou os mapas para Broward, mas não atualizou nenhum dos dados subjacentes refletidos nas projeções. A agência fez uma atualização semelhante para o Condado de Palm Beach em 2016. Desta vez, os mapas com os novos dados estarão disponíveis para os dois municípios. Em Miami-Dade, espera-se que atualizações semelhantes estejam disponíveis no final da primavera ou início do verão.

Enquanto isso, alguns proprietários podem realmente ver seus custos baixar, dizem as autoridades. Adorisio disse que outras 10 mil propriedades em Broward deixarão as zonas de inundação, embora funcionários da FEMA recomendem que todos os proprietários de imóveis na Flórida tenham seguro contra inundações por precaução.

Segundo a FEMA, o custo médio de uma apólice de seguro contra inundações na Flórida em 2018, o último ano para o qual os dados estão disponíveis, foi de US$550 por ano. Na cidade de Fort Lauderdale, ficava perto de US$400 por ano. O custo de uma apólice em uma zona de inundação de alto risco pode ser significativamente maior.

No site do FEMA (https://msc.fema.gov/portal/home), proprietários podem descobrir se sua casa foi remapeada.

Se os proprietários souberem que suas casas foram mapeadas em uma planície de inundação ou que suas casas foram transferidas para uma área de maior risco, onde provavelmente pagarão um seguro mais substancial, os funcionários da FEMA os instam a comprar uma “apólice de risco preferencial” de seu provedor de seguros. Isso essencialmente permite que eles travem em uma taxa mais baixa por um período de tempo.

Segundo as informações fornecidas pela FEMA, os novos mapas – e as novas taxas – podem se tornar ativos em menos de 18 meses. Com informações do Sun Sentinel.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags: ,,,

Gazeta News
Gazeta News



266