DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Menino de 8 anos paga a dívida de almoço para toda a sua escola vendendo chaveiros

Você já deve ter ouvido falar de celebridades ou empresas multibilionárias doando dinheiro para cobrir a dívida do almoço dos alunos. Mas Keoni Ching, de Vancouver, Washington, é apenas um garoto de 8 anos que queria ajudar seus colegas de escola.

Com seus chaveiros artesanais que custam US$ 5 cada, Keoni levantou US$ 4.015 para pagar a dívida de almoço dos alunos de sua escola e de outras seis.

Tudo começou porque Keoni queria fazer algo especial para a “Kindness Week” em sua escola, Benjamin Franklin Elementary. Com a mãe, April, e o pai, Barry, ao seu lado, Keoni pensou em projetos que realmente refletissem a bondade.

Keoni foi inspirado pelo jogador do San Francisco 49ers Richard Sherman. O cornerback doou mais de US$ 27 mil para cobrir a dívida do almoço dos estudantes.

Keoni disse que decidiu fazer chaveiros porque: “Eu amo chaveiros. Eles ficam bem na minha mochila”.

Quando as notícias sobre os chaveiros de Keoni e sua causa emocionante foram divulgadas, pessoas de todo o país começaram a enviar seus pedidos para um dos chaveiros personalizados.

LEIA TAMBÉM  Pompano Beach está doando uma casa

“Enviamos chaveiros para o Alasca, Rhode Island, Minnesota, Arizona, para todo o país”, disse April Ching à CNN. “Havia uma senhora que disse que queria US$100 em chaveiros para poder entregá-los às pessoas. Havia várias pessoas que compraram um chaveiro e deram 100 dólares. Foi absolutamente incrível. quanto apoio a comunidade mostrou por todo o projeto”.

Com a ajuda não apenas de seus pais, mas também de seus avós, Keoni fabricou e vendeu mais de 300 chaveiros.

Keoni entregou o cheque de US $ 4.015 para a Franklin Elementary na semana passada. Desse montante, US$ 1.000 serão destinados à escola para quitar a dívida de US$ 500 do almoço e qualquer dívida futura incorrida. O restante irá para outras seis escolas próximas, que receberão US$ 500 cada para liquidar suas próprias dívidas de almoço.

“Os almoços aqui custam cerca de US$ 2. Mas se você tem dois ou três filhos e, por qualquer motivo, não pode pagar uma semana de almoço ou café da manhã, isso aumenta rapidamente”, disse o diretor da Franklin Elementary, Woody Howard. “Esse tipo de presente tira um pouco de pressão da sua família”.

LEIA TAMBÉM  Motorista causador de acidente com ônibus escolar está foragido

A dívida do almoço escolar é um problema crescente nos EUA. No ano letivo de 2017-2018, 75% dos distritos escolares que se reportavam à Associação de Nutrição Escolar tinham dívidas com refeições não pagas. O valor médio da dívida de refeições não pagas por distrito aumentou 70% desde o ano letivo de 2012-2013, de acordo com o SNA.

Histórias de crianças sendo envergonhadas por deverem almoço chamaram a atenção do país no ano passado. Um garoto de Ohio teve seu almoço retirado em seu aniversário por causa de um saldo não pago. Uma escola em Rhode Island disse que serviria apenas sanduíches de manteiga e geléia para crianças com dívidas no almoço.

A indignação em torno dessas histórias levou muitos estados a aprovar leis que proíbem a ação de negar uma refeição quente a alunos com saldos não pagos de almoço.

Keoni não sabe muito sobre a política do problema da dívida do almoço nos Estados Unidos, mas uma coisa que ele sabe é: Ajudar os outros é importante porque “apenas torna o mundo um lugar melhor”, disse Keoni. Com informações da CNN.

LEIA TAMBÉM  Previdência paga no exterior deverá ser válida no Brasil ainda em 2011

Relacionada:

Menino troca aniversário de 7 anos na Disney por ajuda às vítimas do furacão Dorian

Comments

comments

Tags: ,

Gazeta News
Gazeta News



284