DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Gol vai suspender alguns voos internacionais, incluindo Orlando

Ainda sob os efeitos da paralisação do Boeing 737 MAX, a GOL anunciou a suspensão temporária de algumas rotas internacionais, incluindo Orlando, ainda no primeiro trimestre deste ano. As informações são da Airway.

A partir do dia 1º de abril as rotas entre São Paulo e Quito, no Equador, e entre Fortaleza e Orlando, não serão mais operadas. A decisão tem relação com a falta de viabilidade comercial dos voos, após a parada do Boeing 737 MAX, prestes a completar um ano.

GOL inaugura voo direto de Manaus a Orlando

A companhia era a única brasileira a operar no Equador e também tinha exclusividade nos três voos semanais de Fortaleza para Orlando. No entanto, já não é possível comprar passagens para esses voos através de nenhum canal de venda.

O voo de Fortaleza para Orlando era direto, mas começou a ter parada técnica em Santo Domingo, na República Dominicana, para reabastecimento quando o MAX foi aterrado. A escala se tornou necessária porque o Boeing 737-800 NG não tem capacidade de fazer o voo direto quando está totalmente carregado.

LEIA TAMBÉM  Liderança e o sucesso empresarial

Da mesma forma aconteceu com a rota para Quito, cuja operação era feita pelo 737 MAX, muito mais eficiente. Apesar do 737 NG ter a capacidade do voo direto, o MAX trazia maior economia de custos, viabilizando a rota.

Sem o MAX para poder crescer como planejado, a empresa se viu obrigada a alugar jatos de outras companhias para atender a demanda. Mesmo assim, a empresa ainda necessita de reduzir as rotas menos rentáveis para a operação do 737 NG. Caso não houvesse a paralisação global do MAX, a GOL hoje teria cerca de 20 aeronaves do modelo voando.

Além disso, desde a parada do MAX, a GOL foi uma das poucas empresas no mundo que não havia cancelado nenhuma rota em razão disso.

Voos mantidos para a Flórida

A rota entre Manaus (AM) e Orlando (FL) continua. E também a de Brasília para Miami e Orlando, operados com a aeronave Boeing 737-800 NG. Para mais informações, acesse

Comments

comments

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News



282