DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Estudantes do sul da Flórida ficam em casa após possível exposição ao coronavírus

Foto: Cortesia.

Trinta estudantes do ensino médio no Condado de Palm Beach foram instruídos a ficar em casa porque podem ter sido expostos ao coronavírus em uma conferência de fim de semana.

O grupo participou de um evento modelo das Nações Unidas na Universidade de Yale, em Connecticut, que foi interrompido quando a universidade notificou os participantes de que um estudante da China com tosse e febre havia sido levado ao Hospital de Yale New Haven. O estudante chinês deu positivo para influenza e foi isolado enquanto aguardava os resultados dos testes para coronavírus.

De acordo com os Centros de Controle de Doenças, os sintomas do coronavírus aparecem dois a 14 dias após a exposição ao vírus.

Enquanto isso, a The Benjamin School pediu ao grupo de participantes da conferência que ficasse longe das aulas no campus de Palm Beach Gardens. No momento, nenhum outro aluno apresentou sintomas.

“Havia centenas jovens no modelo da ONU de Yale, então não há como saber se nossos alunos tiveram algum contato com o aluno em questão ou com o resto do grupo da China”, disse Juan Carlos Fanjul, chefe de desenvolvimento da escola particular The Benjamin School, que tem 400 alunos matriculados. “Estamos em contato próximo com Yale, que relata que os resultados dos testes devem sair no meio da semana”.

LEIA TAMBÉM  Produtos Orgânicos ou Convencionais? - Saúde & Bem-Estar

Yale disse que mais de 1.500 estudantes delegados de cidades de todo o mundo compareceram. “Compartilharemos atualizações quando os resultados dos testes voltarem, mas … o aluno que apresentou sintomas de gripe está em boas condições”, disse um porta-voz de Yale. Com informações do Sun Sentinel.

Relacionada:

Coronavírus: Aeroporto Internacional de Miami passa a ter estação de quarentena

Comments

comments

Tags: ,,,

Gazeta News
Gazeta News



284