DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Descoberto sistema de esgoto usado como “corredor de drogas” do México aos EUA

Enquanto o presidente Donald Trump batalha pela construção do muro na fronteira com o México, um novo sistema de túneis descoberto sob a cidade mexicana de Nogales, que segue para o norte, em direção aos Estados Unidos, usado para contrabando de drogas, acirra a discussão sobre a segurança na fronteira.

De acordo com moradores da cidade mexicana, os contrabandistas usam o sistema de esgoto como uma “autoestrada”.

Este completa o terceiro túnel usado como “corredor de drogas” e outros materiais descobertos pelas autoridades nas últimas seis semanas na mesma cidade.

Ainda, há duas semanas, a polícia federal do México descobriu um túnel ligando o México ao sul do Texas.

Muro x Contrabando

Com a descoberta de mais túneis, as autoridades estão questionando como o muro de fronteira vai impedir o contrabando.
Nogales já tem um muro de fronteira de 25 pés de altura, totalmente reforçado e que os contrabandistas estão atravessando bem por baixo dele.

Polícia descobre túnel para tráfico de drogas do México ao Arizona

LEIA TAMBÉM  Artistas plasticos se unem para ajudar as vítmas do Tsunami

“Mostre-me uma cerca de 12 pés e mostrarei uma escada de 14 pés”, disse Andrew Gordon, advogado de Phoenix que trabalhou no último projeto de muro quando foi advogado do secretário de Segurança Interna.

Para os especialistas na área de imigração e advogados, são necessários mais agentes na fronteira do que o muro para impedir o tráfico. No entanto, eles apontam para o fato de que foram contratados somente 33 novos agentes de patrulha de fronteira e funcionários da alfândega no ano passado.

“Para cada problema complexo, existe uma solução rápida, simples e errada”, disse Gordon. “Todo mundo pode entender uma cerca, mas isto não vai ajudar em nada”.

“Nossa fronteira sul é um canal para vastas quantidades de drogas ilegais, incluindo metanfetamina, heroína, cocaína e fentanil. Toda semana, 300 dos nossos cidadãos são mortos apenas com heroína, 90% das quais são inundadas em nossa fronteira sul ”, disse Trump em um discurso na semana passada sobre a segurança nas fronteiras entre os EUA e o México.

LEIA TAMBÉM  Brasileiros não tiveram bons resultados nas 24hs de Daytona

Por outro lado, estatísticas dos EUA, analistas e testemunhos contínuos do julgamento do chefão das drogas Joaquin “El Chapo” Guzman em Nova Iorque mostram que a maioria das drogas que entram nos EUA vindas do México vem através de fronteiras terrestres com agentes, e não por seções abertas da fronteira.

A fronteira sudoeste dos EUA “continua a ser o principal ponto de entrada para a heroína nos Estados Unidos”, disse a Avaliação de Ameaças a Drogas de 2018 da Drug Enforcement Administration.

Segundo a agência, a maioria das apreensões de heroína na fronteira ocorre em pontos de passagem oficiais chamados portos de entrada, na Califórnia, e cada vez mais no Arizona. Chega em veículos de passageiros, escondidos dentro de suas armações e em outros lugares dos carros, seguidos por tratores-reboques, onde as drogas estão escondidas em bens importados legais. Uma quantidade muito menor de heroína é apreendida por pessoas que atravessam a fronteira, geralmente a pé. Com informações do Daily News.

Comments

comments

Tags: ,,,,

Gazeta News
Gazeta News



294