DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Deerfield Beach está sob alerta vermelho pelas algas tóxicas

Bandeiras vermelhas e roxas pelas praias do sul da Flórida indicam que a situação não está mesmo nada tranquila.

A cidade de Deerfield Beach emitiu alerta nesta quinta-feira, 4, sobre a situação de sua praia e informa aos moradores e visitantes sobre potenciais concentrações de “Red Tide” (maré vermelha) na água que podem desencadear problemas de saúde.

Em comunicado nesta quinta-feira, 4, a cidade aconselha os indivíduos com condições respiratórias graves ou crônicas, como enfisema ou asma, para evitar áreas de maré vermelha.

Testes estão sendo realizados ao longo de toda costa. Na manhã desta quinta-feira, depois do resultado do teste, praias ao norte de Miami-Dade foram interditadas pelo alto nível de intoxicação pelas algas.

A brasileira Jackie passou pela praia nesta quinta-feira e se assustou com as condições. “Vocês não estão entendendo não, os lifeguards todos de máscaras e à praia aberta para o público. Tinha pessoas dentro da água, inclusive crianças e turistas desavisados. Eu saí de lá com a garganta e nariz ardendo”, ressaltou.

Jackie ainda alertou outras pessoas que estavam na praia para saírem. “Tem muita gente que não sabe do perigo que está correndo”, completou.

Maré vermelha interdita praias de Miami-Dade

Praia de Deerfield Beach nesta quinta-feira, 4 de outubro. Foto: Jackie\Facebook.

Já em Deerfield, a Florida Fish and Wildlife Conservation Commission (Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida) coletou amostras de água na segunda-feira, 1º de outubro de 2018 e estava previsto que os resultados sairiam na quarta-feira, porém, problemas atrasaram e os resultados são esperados para até esta sexta-feira, 5.

Por isso, a fim de evitar problemas, as autoridades colocaram bandeiras vermelhas e roxas que indicam condições de alto risco da água e dos animais marinhos contaminados.

A Ocean Rescue também adicionou “Potential Red Tide” às ​​pranchas das torres de salva-vidas e estão alertando moradores e visitantes para o risco. Pessoas com problemas respiratórios devem evitar a área.

Quem tiver dúvida ou reclamação, pode ligar para as autoridades pelo número 866-300-9399.

Na Costa Leste, K. brevis foi observado nos condados de St. Lucie, Martin e Palm Beach; até as concentrações “médias” ocorreram apenas em e no mar do condado de Palm Beach.
Morte de peixes

No sudoeste da Flórida, relatos de mortes de peixes foram recebidos por vários locais nos condados de Pinellas, Manatee, Sarasota, Charlotte, Lee e Collier. No Noroeste da Flórida, foram recebidos relatórios de mortes de peixes por áreas em e / ou ao largo dos condados de Okaloosa, Walton, Bay, Gulf e Franklin. Ao longo da costa leste da Flórida, relatos de mortes de peixes foram recebidos pelos condados de St. Lucie e Palm Beach.

Irritação Respiratória

A irritação respiratória foi relatada no sudoeste da Flórida (nos condados de Pinellas, Manatee, Sarasota, Lee e Collier) e ao longo da costa leste da Flórida (nos municípios de Palm Beach e St. Lucie) na última semana.

O que é a maré vermelha da Flórida?

Uma maré vermelha, ou floração de algas nocivas, é uma concentração mais alta do que o normal de uma alga microscópica (organismo-planta). Na Flórida e no Golfo do México, a espécie que causa a maior parte das marés vermelhas é a Karenia brevis, frequentemente abreviada como K. brevis. Para distinguir as flores de K. brevis das marés vermelhas causadas por outras espécies de algas, os pesquisadores na Flórida chamam a primeira de “maré vermelha da Flórida”.

Por que vermelha?

Em concentrações altas o suficiente, a maré vermelha da Flórida pode descolorir a água de um tom vermelho ou marrom. Flores causadas por outras espécies de algas podem aparecer vermelhas, marrons, verdes ou até roxas. A água também pode permanecer sua cor normal durante uma florada.

Quanto tempo duram as marés vermelhas da Flórida?

As marés vermelhas podem durar apenas algumas semanas ou mais de um ano. Elas podem até mesmo diminuir e voltar a ocorrer. A duração de uma florada nas águas próximas da Flórida depende das condições físicas e biológicas que influenciam seu crescimento e persistência, incluindo a luz solar, nutrientes e salinidade, bem como a velocidade e direção das correntes de vento e água.

Outras informações oficiais sobre o fenômeno podem ser encontradas no site FWC.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags: ,,,

Gazeta News
Gazeta News



252