DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Brasileiro é liberado pelo ICE e tem esperança de conseguir o Green Card

Fabiano Oliveira e a esposa. Foto: Christopher Evans

Depois de quase um mês, o brasileiro Fabiano de Oliveira, 33 anos, foi libertado do Centro de Detenção Correcional do Condado de Plymouth, onde estava detido desde nove de janeiro e continua o processo para obtenção do Green Card.

“Eu ainda tenho o sonho americano de ser bem sucedido na América. Aqui temos mais chances do que no Brasil. Meu filho não vai ter a mesma educação. Suas chances aqui são muito melhores”, disse ao Boston Herald.

O casal havia comparecido para uma entrevista na agência de imigração em Lawrence (MA) – para provar que a união era legal e assim conseguir legalizar a situação do brasileiro nos EUA.

Entretanto, durante a entrevista, Oliveira foi detido pelos Agentes de Imigração e Alfândega por ter uma ordem de deportação em aberto e ter entrado ilegalmente no país em 2005.

Enquanto estava na prisão, Oliveira compartilhou uma cela com outros quatro homens que enfrentavam a deportação.

O advogado de Oliveira, Jeffrey Rubin, disse que seu cliente foi liberado por “bons antecendentes”, apesar de ter um registro de infração de trânsito, e terá que comparecer periodicamente ao ICE. Ele está sendo monitorado por uma tornozeleira eletrônica.

O advogado negociou sua liberdade ao fazer um acordo com escritório de advogados em Boston e funcionários federais de imigração em Washington, DC.

Um funcionário do ICE disse em um comunicado sobre o caso que “a agência analisa as determinações de custódia caso a caso, vendo os méritos e os fatores de cada caso, seguindo a agência atual, diretrizes e mandados legais”.

Natural de Minas Gerais, Oliveira trabalha como pintor e é casado com um americana com quem tem um filho de 5 anos. Ele e a esposa continuarão o processo de imigração. “Estou feliz por estar em casa. Espero que esse pesadelo termine em breve”, disse. “Está ficando melhor, mas ainda temos um longo caminho a percorrer”.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags: ,,,

Gazeta News
Gazeta News
166