DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Bolsonaro defende deportação de brasileiros como direito dos EUA

Bolsonaro durante visita à Índia. Foto: Presidência da República.

Questionado se teria conversado com presidente Donald Trump a respeito dos brasileiros que foram deportados, segundo eles, algemados, no último sábado, 25, o presidente Jair Bolsonaro disse jamais pediria para Trump descumprir a leis dos Estados Unidos e que “é só não ir para os Estados Unidos de forma ilegal”.

Brasil dá aval para EUA e mais 70 brasileiros serão deportados em voo fretado

Para Bolsonaro, é preciso cumprir a lei americana. “Pergunta para o Trump”, respondeu de início aos repórteres. Depois explicou seu ponto de vista.

“Qual país está dando certo? Brasil ou Estados Unidos? Eu jamais pediria para ele, você acha? Vou pedir para ele descumprir a lei dele? Tenha a santa paciência… A lei americana diz isso. É só você não ir para os Estados Unidos de forma ilegal”, completou ao chegar ao hotel em que estava hospedado em Nova Délhi, capital da Índia, durante visita ao país.

No sábado, 25, mesmo dia que os brasileiros deportados chegaram no Brasil, o presidente afirmou que lamentava o ocorrido, mas que era preciso respeitar as leis de outras nações. “Em qualquer país, as suas leis têm de ser respeitadas. Em qualquer país do mundo onde pessoas estão lá de forma clandestina, é direito daquele chefe de Estado, usando da lei, devolver esses nacionais”, afirmou.

No início da manhã de sábado, 25, um grupo de aproximadamente 70 brasileiros deportados dos Estados Unidos desembarcou no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, direto da cidade de El Paso, no Texas. Todos foram pegos tentando entrar ilegalmente nos Estados Unidos, via fronteira com o México, e estavam presos.

O presidente também aproveitou para criticar a lei de imigração brasileira. “Nenhum país do mundo tem isso que temos lá, é uma vergonha. O pessoal chega no Brasil com mais direito que nós, isso não pode acontecer. Se abrir as portas como está previsto, o País pode receber um contingente muito grande.” Com informações do portal UOL.

Aumento de brasileiros presos na fronteira

O número de brasileiros presos pela Agência de Imigração e Alfândega dos EUA (ICE) na fronteira EUA-México subiu para 17.900 no ano fiscal de 2019, um aumento de mais de dez vezes em relação ao ano anterior, segundo o governo dos EUA.

Diplomatas brasileiros acreditam que esse aumento se deve aos brasileiros que desejam morar nos Estados Unidos, antecipando regras mais rígidas para vistos sob Trump e decidindo entrar no México.

As duas fontes do governo brasileiro disseram à Reuters que os diplomatas brasileiros deveriam não colocar obstáculos no caminho da deportação de brasileiros pelos EUA, porque isso poderia prejudicar os laços mais estreitos com Washington.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil confirmou que o governo brasileiro havia sido notificado sobre o repatriamento de cidadãos brasileiros que não foram admitidos nos Estados Unidos.

“O que mais podemos fazer? Eles estão detidos na fronteira e não poderão entrar nos Estados Unidos. Temos que trazê-los para casa”, disse na sexta-feira, 24, uma autoridade brasileira à Reuters quando questionada sobre as deportações. Leia mais sobre o tema nos links abaixo.

Prisão de brasileiros na fronteira dos EUA com México é a maior em 11 anos

EUA pedem que Brasil autorize mais voos para deportar imigrantes

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags: ,,,

Gazeta News
Gazeta News



274