DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Boca Raton considera liberar maconha medicinal

Mais uma cidade do sul da Flórida, Boca Raton, considera liberar a comercialização da maconha medicinal. Se depender do membro do Conselho da Cidade, Andy Thomson, a proibição de “dispensários” (lojas especializadas no produto) da cidade, que está em vigor desde 2014, deve ser revogada.

O Conselho da Cidade aceitou a apreciação de uma nova lei, que será introduzi na segunda-feira (13), para permitir a autorização dos dispensários em áreas comerciais.

Caso a lei seja aprovada, Boca Raton se une a uma lista de cidades que já comercializam o produto para uso medicinal, que foi aprovado pelos eleitores da Flórida em 2016.

Mas a maconha medicinal precisa ser receitada por médico e para casos de doenças como epilepsia, doença de Crohn e esclerose múltipla, entre outras similares.

NO estado, mais de 400.000 pessoas se qualificaram para o registro estadual com base em suas condições médicas e quase 284.000 já são usuários ativos da maconha medicinal.

Flórida lidera mercado

A Flórida está se tornando líder no setor de marijuana do país, com vendas legais que devem crescer 6% nos próximos cinco anos. O montante de negócios envolvendo a marijuana deve atingir US $ 1,3 bilhão, nesse período, de acordo com a BDS Analytics.

Atualmente, existem mais de 30 lojas de maconha medicinal no condado, 25 a mais do que em agosto de 2018.

Andy Thomson conta que sua mãe vive com esclerose múltipla há mais de 30 anos, e foi na situação dela que se inspirou para solicitar à cidade uma mudança na lei. Segundo argumenta, pessoas como a sua mãe não deveriam ter que viajar para encontrar maconha medicinal.

Além de Boca Raton, cidades como Delray Beach, Margate, Tamarac e Pembroke Pines, preocupadas com a regulamentação de dispensários, instituíram proibições. Deerfield Beach já possui várias lojas/dispensários.

Em outubro de 2014, o conselho de Boca Raton aprovou por unanimidade a proibição da maconha medicinal. Mas em 2016, em votação em todo o estado o uso foi aprovado por 71% dos eleitores, e 76% dos residentes de Boca Raton votaram a favor.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags: ,,,,

Vanuza Ramos
Vanuza Ramos
Vanuza Ramos formou-se em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba-UEPB. Há 10 anos vive nos Estados Unidos, onde também desenvolve atividades culturais voltadas para a comunidade brasileira. Como escritora, participou das duas edições da coletânea “Brava Gente Brasileira em Terras Estrangeiras”. Seu portfolio inclui também trabalhos na área de Produção de Eventos e Shows, Public Relations e Marketing.



252